Marabá

Juiz pode postergar recontagem dos votos em Marabá até a próxima semana

Por Paulo Costa – de Marabá O juiz eleitoral César Dias França Lins, da 23ª Zona Eleitoral de Marabá, ainda não refez a contagem dos votos depois da cassação do …

Por Paulo Costa – de Marabá

O juiz eleitoral César Dias França Lins, da 23ª Zona Eleitoral de Marabá, ainda não refez a contagem dos votos depois da cassação do vereador Gerson Augusto dos Santos Varela, o Gerson do Badeco. Por outro lado, o magistrado oficiou à Câmara Municipal de Marabá no final da manhã de hoje, quinta-feira, para que a Presidência da Casa afaste o vereador de suas funções legislativas. Com isso, Badeco não é mais vereador de Marabá.

O chefe do Cartório Eleitoral da 23ª Zona, Antônio Araújo, disse há poucos minutos à reportagem do blog em Marabá que aguarda a presença do juiz César Lins para iniciar a recontagem dos votos. Para isso, o magistrado deverá solicitar ao Tribunal Regional Eleitoral uma nova senha para entrar no sistema do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e realizar a recontagem dos votos.

Todavia, o magistrado poderia estar esperando uma definição do TRE sobre o caso Badeco para realizar a recontagem dos votos e apontar o novo vereador, o que pode acontecer apenas na segunda-feira da próxima semana. Além disso, essa recontagem pode provocar a queda de uma outra vereadora, que não tem nada a ver com o caso Badeco. É que a vereadora Irmã Nazaré (PSDB) teve poucos votos e foi apenas a terceira mais votada em sua coligação e pode perder a cadeira com a recontagem.

Várias especulações em Marabá apontam que podem assumir a vaga de Gerson do Badeco os suplentes Raimundo Nonato Dourado (jornalista) ou Edivaldo Santos. Para o lugar de Irmã Nazaré os nomes mais prováveis seriam de Gilson Silva ou Francisco Carreiro Varão, conhecido como Franck.

Um comentário em “Juiz pode postergar recontagem dos votos em Marabá até a próxima semana

  1. Antonio Carlos Saboia Responder

    Aqui no Peba não se sabe quais motivos, mas ainda não foram julgados, salvo engano, os processos dos vereadores Bruno e Eliene Soares. Pedimos ao distinto bloger Zé Dudu buscar esclarecimentos sobre o assunto e colocar à disposição de seus leitores a veracidade do que vem ocorrendo com os processos desses edis. Ficamos, ZÉ, no aguardo de seu pronunciamento.

Deixe seu comentário