Jovem de 22 anos executado dentro de casa em Parauapebas

No local do crime há a suspeita de que ele tenha sido confundido com um irmão, que está preso acusado de estupro
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O jovem Edmilson José Pereira Saraiva, 22 anos, natural de Tucuruí, foi assassinado com um tiro na cabeça, por volta das 21h30 de ontem, sexta-feira (17). A execução ocorreu na casa em que ele morava, na Rua B-2, Bairro Tropical II, em Parauapebas, por um desconhecido que chegou, de máscara, e invadiu a casa. O motivo do homicídio é desconhecido.

Edmilson tomava cerveja na companhia do cunhado, quando dois indivíduos chegaram de motocicleta e foram logo entrando na casa. Um deles, de camisa verde e máscara preta, estendeu a mão para o jovem, segurando a mão dele.

O outro, de máscara branca e camisa preta, ordenou que o cunhado do rapaz ficasse calado, assim como o filho dele, de 11 anos, que também estava no local. Em seguida apontou uma arma de fogo, provavelmente uma pistola, para a cabeça de Edmilson José e disparou, matando-o instantaneamente.

No local do crime foi levantada a hipótese de que Edimilson Pereira Saraiva, tenha sido assassinado por engano, por parecer fisionomicamente com seu irmão mais velho, que está preso acusado de estupro. O jovem não tinha passagem pela polícia. Até o momento não há informações da motivação do assassinato nem do paradeiro dos matadores.

(Caetano Silva)

Publicidade