Jatene se emociona, canta Hino do Pará e tenta dar explicações na aula Magna de Medicina da Uepa em Marabá

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Por Paulo Costa – de Marabá

O governador Simão Jatene chegou a Marabá nesta segunda-feira em um jatinho do governo do Estado e foi direto para o auditório da Faculdade Metropolitana, para participar da aula inaugural da primeira turma do curso de Medicina em Marabá.

Medicina 1Com um auditório parcialmente lotado de estudantes, professores e seus correligionários, o governador fez um discurso tentando engrandecer o esforço de seu governo em instalar o curso da Uepa nesta cidade. “Sei que há algumas dificuldades iniciais, mas ninguém tinha feito isso, nenhum outro governador do Pará tentou trazer medicina para Marabá”, elogiou-se, acossado por perguntas de jornalistas momentos antes de usar da palavra sobre os motivos de o Estado não ter construído até agora o prédio para abrigar o curso de medicina, como prometera há um ano e meio.

Rodeado de políticos de partidos que o apoiam, Jatene aproveitou para dar uma cutucada indireta no prefeito de Marabá, João Salame, seu desafeto político e que não foi à cerimônia, mesmo estando na cidade.

“As diferenças políticas tem de ficar de lado. Estamos instalando aqui um curso de medicina e sou governador dos que votaram em mim e dos que não votaram. Quem é prefeito, deve ser dos seus aliados e daqueles que não considera. Ele não pode se negar a isso. Não posso deixar que minhas simpatias ou antipatias pessoais interfiram naquilo que me impõe a condição pública”, alfinetou.

Medicina 2O governador mostrou-se emocionado em seu discurso de 23 minutos e em vários momentos pediu aos novos alunos de medicina que valorizem cada centavo empregado pelo dinheiro público para sua formação acadêmica atendendo bem o público no futuro. Bem humorado, ao final, ele posou para foto com os acadêmicos que já estavam de jaleco branco e ainda arriscou cantar o Hino do Pará. Ele não desafinou.

Hoje à tarde, a partir de 14 horas, o governador terá uma agenda de conversas com prefeitos da região sudeste do Pará, curiosamente, nas instalações de uma igreja evangélica no bairro Liberdade.

Publicidade