Grupo Parlamentar de Cooperação Amazônica reúne na quinta-feira no Senado

Na pauta o destaque é a preparação para a COP 26
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
À mesa, presidente do GPOTCAM, senador Nelsinho Trad (PSD-MS)

Continua depois da publicidade

Brasília – O presidente do Grupo Parlamentar da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (GPOTCAM), senador Nelsinho Trad (PSD-MS), convocou os membros dos colegiado para reunião de trabalho na quinta-feira (16), às 15h, no Senado. Na pauta, será deliberado dois destaques.

Na reunião que será realizada por videoconferência, o primeiro item da pauta permitirá a eleição para a vice-presidência do Suriname no Parlamento Amazônico. Em seguida, será recebido as sugestões para compor o documento preparatório para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 26), que ocorrerá na Escócia entre 31 de outubro e 12 de novembro deste ano.

O grupo parlamentar foi criado pelo Senado no último mês de março através da aprovação do Projeto de Resolução do Senado (PRS) nº 12/2020. É Composto por deputados e senadores. A ideia é dar suporte ao Parlamento Amazônico e viabilizar a integração entre as casas parlamentares dos países ligados à Floreta Amazônica. O grupo também pode manter relações culturais e de intercâmbio, bem como cooperação técnica, com entidades nacionais e estrangeiras.

Além da defesa dos interesses da Amazônia, o grupo tem como um de seus objetivos trabalhar pela oficialização do Parlamaz — o Parlamento Amazônico, podendo estabelecer em nome do Congresso Nacional a intermediação com os demais parlamentos dos países integrantes do Tratado de Cooperação Amazônica. O Parlamaz é um organismo regional permanente e unicameral, que foi legitimado em abril de 1989 por declaração conjunta dos oito países signatários do Tratado de Cooperação Amazônica: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela. O objetivo desse parlamento é buscar respostas dos países às questões relacionadas ao desenvolvimento sustentável e à preservação da região amazônica.

A bancada paraense é representada no GPOTCAM pelos senadores Zequinha Marinho (PSC) e Paulo Rocha (PT), e até o momento, ainda não houve adesão de nenhum deputado do Pará. Cinco deputados de quatro estados (AC, AM, AP, RO) têm assento no colegiado.

Reportagem: Val-André Mutran – Correspondente do Blog do Zé Dudu em Brasília.