Goleiro Deijair trabalha firme buscando a titularidade na meta do Parauapebas Futebol Clube

“Vamos chegar muito forte e conseguir o nosso objetivo que é o acesso”, afirma o goleiro
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O Parauapebas Futebol Clube segue focado em seus treinamentos visando a disputa da Segundinha do Parazão. Os treinamentos do Gigante de Aço acontecem todos os dias, em dois períodos, no Complexo Esportivo do bairro Rio Verde. O PFC conta com quatro goleiros no elenco profissional: Deijair, Marcos, Cassiano e Edinaldo Júnior, que estão sendo preparados por Eduardo Bahia, profissional que já revelou grandes goleiros para o futebol nacional e até internacional.

Indicado pelo técnico Luís Carlos Cruze pelo próprio Eduardo Bahia, com que já trabalhou, o goleiro Deijair dos Santos vem pegando pesado nos treinamentos para buscar a titularidade na meta do Parauapebas na disputa da acirrada Segundinha do Parazão. O goleiro de 23 anos é natural de Salvador (BA), e fez a sua base no tradicional Esporte Clube Bahia, o Tricolor de Aço, além de passagens pela Juazeirense (BA), Moura (Portugal), União Barbarense (SP) e UNIRB (BA).

“O convite foi feito pelo professor Eduardo Bahia e pelo técnico Cruz. Já tinha trabalhado com o Eduardo no Bahia, em 2015. Trabalhei com ele no UNIRB no começo do ano e ele me fez o convite e acreditei no projeto para somar. Posso falar para a torcida é que vai encontrar uma equipe muita aguerrida e muito focada. Começamos primeiro em termos de preparação e pegamos um grupo forte na competição. Vamos chegar muito forte e conseguir o nosso objetivo que é o acesso”, afirmou Deijair.

A Segundinha do Parazão começa no próximo dia 16 de outubro e o primeiro desafio do PFC, que busca o seu acesso de volta à elite do futebol estadual, será diante do Clube Atlético Paraense (CAP), no chamado “Clássico dos Minérios”. O duelo deverá ser confirmado para o Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em Parauapebas. Além de PFC e CAP, o Grupo E conta com o time do Santos Athletico, da cidade de Moju, e da equipe do Cametá.

Por Fábio Relvas / Foto: Virgílio Ferro