Goianésia do Pará reforça segurança para eleições suplementares

Pleito define gestores do município para os próximos três anos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
(Foto: Carina Sampaio)

Continua depois da publicidade

Os eleitores de Goianésia do Pará, no sudeste do estado, voltam às urnas neste domingo (3) para escolher o prefeito e vice-prefeito do município nos próximos três anos. Com o objetivo de garantir o processo eleitoral, um reforço de mais de 150 policiais foi solicitado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA).

Ouvido pela Reportagem, o comandante da 18ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Jacundá, major Emmett, que também responde por Goianésia do Pará, informou que 128 policiais do quadro da PM estão dando apoio à segurança no município. 

“Estamos com equipes de Jacundá, Tucuruí e Tailândia, com as divisões Rocam [Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas], GTO [Grupo Tático Operacional] e Batalhão de Choque. E todo o cronograma está sendo seguido à risca para garantir a segurança da população,” disse.

Além da Polícia Militar, a Superintendência Regional da Polícia Civil do Lago enviou ao município equipes de investigadores e delegados. Equipes da Polícia Federal e agentes do Departamento de Trânsito também auxiliam na operação.

Segundo o delegado Melquesedeque Ribeiro, somente uma ocorrência foi registrada no dia anterior ao pleito: “Tivemos ocorrências de distribuição ilegal de combustível, contida pelo juiz eleitoral. Foram apresentados o gerente de um posto de combustíveis, três frentistas e três beneficiários dos tickets distribuídos”. O grupo foi ouvido pela Polícia Federal e liberado logo em seguida.

(Antonio Barroso)