Parauapebas

Gabinete de Darci “arrocha” licitação de R$ 17 milhões a pretexto do Prosap

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje e integra pacote do Prosap, aquele mesmo programa para o qual prefeito de Parauapebas queria empréstimo de 70 milhões de dólares.

Era para ter sido realizada em janeiro deste ano, mas só de hoje a um mês vai ocorrer a licitação para contratar a empresa que construirá 250 casas populares a mando do Gabinete de Darci Lermen, prefeito de Parauapebas. São R$ 17.114.103,60 em jogo, conforme levantou o Blog do Zé Dudu junto ao Portal da Transparência. As informações sobre a data e a natureza da licitação saíram na edição de hoje (6) do Diário Oficial da União (DOU).

Segundo a publicação, o Gabinete do Prefeito quer “atender às demandas vinculadas ao Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap)”. O Prosap é aquele mesmo em relação ao qual o prefeito Darci andava — e ainda anda — atrás de empréstimo no valor de 70 milhões de dólares para executá-lo.

A construção de casas populares é uma das medidas para acabar com assentamentos precários no município. Em 2010, com a passagem do censo demográfico, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) identificou oito favelões no rico município, também chamados de aglomerados subnormais. Além das favelas, o instituto constatou a falta de moradia adequada para 9.450 famílias parauapebenses.

Deixe seu comentário