Fiscalização conjunta apreende pescado na APA Mosaico Lago de Tucuruí

A fiscalização durou uma semana e foi realizada em 21 localidades dentro da Área de Proteção Ambiental (APA), verificando e advertindo os ribeirinhos sobre a proibição de espécies que estão em fase reprodutiva. A área abrange os municípios de Breu Branco, Goianésia do Pará, Itupiranga, Jacundá, Nova Ipixuna, Novo Repartimento e Tucuruí, no sudeste do Pará
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Materiais e apetrechos de pesca foram apreendidos na área da APA Mosaico Lago de Tucuruí (Foto: Divulgação)

Continua depois da publicidade

Uma fiscalização conjunta envolvendo a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio) e Polícia Militar apreendeu 40 kg de pescado da espécie jatuarana, que está com a captura proibida, por estar em fase de reprodução. A operação, que teve início no dia 13 deste mês e encerrou nesta quinta-feira (20), percorreu 21 localidades ao longo da área da Área de Proteção Ambiental (APA) Mosaico Lago de Tucuruí.

Nas ações de fiscalização também foram apreendidos 22.550 metros de malhadeira e apetrechos de pesca, além de materiais de caça proibidos – como dois arpões, um motor rabeta e duas armas de fogo de fabricação caseira. O pescado apreendido em condições adequadas de consumo foi doado para Casa de Apoio à Gestante, no município de Tucuruí.

O pescado apreendido foi doado para uma instituição de caridade (Foto: Divulgação)

As equipes percorreram 21 localidades dentro da área de conservação ambiental, verificando e advertindo os ribeirinhos sobre a proibição da pesca de espécies que estão sob proteção, para garantir a sua reprodução e manter povoados os rios do lago. A Região de Integração Lago de Tucuruí é composta por sete municípios: Breu Branco, Goianésia do Pará, Itupiranga, Jacundá, Nova Ipixuna, Novo Repartimento e Tucuruí, no sudeste do Pará.

Por Tina DeBord