Filho ateia fogo em carro de pai dentro de motel

Motivo teria sido o comportamento da vítima, que estaria com a amante enquanto a esposa se encontrava no hospital
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A revolta de um filho em ver a mãe internada num hospital enquanto o pai estava no motel com uma amante resultou em uma tragédia no município de Uruará, na madrugada desta segunda-feira (21). Apesar do susto, não houve vítimas humanas.

Consta que na madrugada desta segunda-feira, por volta de 1 hora, a guarnição da Polícia Militar foi informada sobre um incêndio num motel localizado às margens da rodovia Transamazônica, Km 177. Quando a PM chegou ao local as chamas já haviam consumido quase todo o prédio.

Pela apuração da PM, o incêndio foi criminoso e provocado por Luís da Silva Santiago, 26 anos de idade. Ele estaria revoltado com o seu pai, Egídio Pinheiro Santiago, 53 anos, que supostamente estaria com uma amante dentro do motel enquanto a genitora, doente, encontrava-se num hospital da cidade.

Luís havia seguido o pai até o motel. Lá, decidiu incendiar a caminhonete, uma L200 Triton, cor preta, estacionada na porta do quarto. As labaredas consumiram o veículo e também a estrutura do motel, que ficou quase todo destruído. O dono do imóvel não soube calcular os prejuízos causados pelo incêndio intencional.

Os policiais constataram a autoria do crime ao checarem um aparelho celular do rapaz. Lá, havia conversas de Luís com um primo, identificado nas mensagens como Emanú Cássio Silva Santiago, dizendo que cometera o crime. Egídio e o celular que esclarece a autoria do fato foram encaminhados para a Depol para a realização dos procedimentos de praxe. Luís ainda não se apresentou na delegacia.