Notícias

Ficará assim a distribuição de ICMS com a criação de Carajás e Tapajós

image

11 comentários em “Ficará assim a distribuição de ICMS com a criação de Carajás e Tapajós

  1. Bartolomeu Responder

    Diante dessas informações, e, posso assegurar que é um estudo de um renomado professor da UFPA, na atualidade o PARÁ tem um PIB de 58, 5%, OU SEJA, levando em consideração toda a população inclusive as regiões sul e oeste. Com o desmembramento do estado mãe ( ou pai) criando os estados do CARAJÁS E TAPAJÓS o PIB SERÁ DE 55,6%. A POPULAÇÃO DIMINUI E O PIB CRESCE. É MUITO SIMPLES.

    O NOVO PARÁ, TERÁ MAIS SAUDE, MAIS EDUCAÇÃO, FINALMENTE TEREMOS TRANSPORTES DE QUALIDADE NA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM. A NOSSA RIQUEZA NÃO SERÁ DISTRIBUIDA COM ESSAS REGIÕES, SE ELES QUEREM ESTADO ENTÃO QUE SE SUSTENTEM. DEPOIS DA DIVISÃO O O PARÁ SERÁ BEM MELHOR. EU VOTO 77

    Direto do Facebook, por Edmilson Barbosa

  2. Bartolomeu Responder

    Só quem é tapado não entende essa planilha, e que ela é uma projeção, sem os municipios de TAPAJOS e CARAJAS o ICMS não será mais dividido e com isso o NOVO PARA ficará mais rico e a RMB tbm.

    CHEGA DESSE APEGO COM EXTENSÃO TERRITORIAL, O POVO JÁ TA DESCONFIANDO QUE O POVO QUE É DO NÃO SÓ GOSTA DE COISA GRANDE… Eu heim…

    BartÔ

  3. SÓ LENDO Responder

    REALMENTE ESSA PLANILHA TA DE MATAR, O PORQUE TEM BELÉM E GRANDE BELÉM NO MEIO DELA? AI MEU CARO NÃO DA PARA CONVENCER NINGUEM, NÃO TA FALTANDO UM PEDAÇO DELA NÃO?

  4. Francisco das Chagas Bentes Responder

    Acorda Alice!!! será que dá pra não mais falar nisso… já é ponto pacífico. Carajás + Tapajós representam 35%, do eleitorado, então, sobram 65% pra parte que não quer se separar…e aí , ainda tem dúvida?

  5. Anomino Responder

    Line Cassia Godinho
    Walmir da Integral acaba de se filiar ao PSDB. Teremos candidato de peso a prefeitura de Parauapebas.

    Recebi essa noticia no meu facebook
    Zé isso é verdade?????

  6. Luis Responder

    Não entendi nada, R$ 4,1?? Isso é o que? ICMS por habitante? PIB R$ 58,50?

    Sugiro refazer o quadro de forma clara. Senão fica igual aos estudos de viabilidade, que enrrola, enrrola e não diz nada.

Deixe seu comentário