Feriado da Padroeira do Brasil tem redução de acidentes em rodovias federais do Pará

Os dados foram divulgados pela PRF, que aponta uma redução de 35% no número de acidentes e uma queda de 57% no número de acidentes com mortes, no comparativo com o feriado de 2020
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Operação reduziu acidentes e mortes nas rodovias federais do Pará

Continua depois da publicidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou balanço da Operação Nossa Senhora Aparecida 2021 nas estradas e rodovias federais do Pará. Segundo os dados, houve uma redução de 35% no número de acidentes e uma queda de 57% dos acidentes com mortes no comparativo com mesmo período do ano.

A operação foi realizada pela PRF do dia 8 a 12 de outubro nas estradas e rodovias federais do País. A operação teve como objetivo, garantir segurança e fluidez do trânsito aos motoristas que utilizavam as vias durante o feriado prolongado.

Segundo a PRF, a alta considerável do fluxo de veículos e de ônibus contribui para a expansão da violência no trânsito nesse período, tendo como resultado a “elevação da quantidade de acidentes graves, feridos e mortos” nas rodovias federais. Entre os focos da fiscalização das equipes da PRF estavam alcoolemia ao volante, ultrapassagens indevidas e o não uso de dispositivos de segurança para transporte, tais como cinto de segurança, capacete e acentos adequados para crianças.

PRF destaca que, atualmente, os acidentes de trânsito são a principal causa de morte acidental entre crianças de até 14 anos de idade no Brasil. Todos os dias, três crianças nesta faixa etária perdem a vida e outras 29 são hospitalizadas em razão desses acidentes, onde a gravidade seria facilmente evitada se houvesse a utilização desses dispositivos de segurança.

Durante a operação, a PRF realizou um reforço concentrado no policiamento ostensivo, com foco na prevenção e redução da gravidade dos acidentes de trânsito. A ação resultou em um saldo positivo de 35% na redução de acidentes registrados nas estradas e rodovias federais do Pará durante o mesmo período do ano passado. Também foi registrada uma redução de 57% dos acidentes com mortes durante a operação.

Em 2020, foram registrados sete mortos em acidentes. Este ano, três pessoas morreram.

No ano passado, o feriado do Dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida foram registrados 20 acidentes, sendo sete graves, com 24 feridos e sete vítimas fatais.  Este anis, foram registrados 13 acidentes, sendo cinco graves, com 14 feridos e três vítimas fatais.

Segundo a PRF, dentre as infrações, a ultrapassagem em faixa contínua foi a principal registrada, com 150 autuações. De acordo com o art. 259 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), por ser uma infração gravíssima, ultrapassar veículo em faixa contínua gera a aplicação de sete pontos na CNH.

A PRF ressalta que, a cada três acidentes com vítimas mortas nas estradas e rodovias federais, um acontece por ultrapassagem em linha contínua. Ainda segundo os dados da PRF, durante a Operação Nossa Senhora Aparecida no Pará, foram realizados 263 testes do etilômetro (bafômetro).

Três pessoas foram presas por concentração igual ou superior a 0,34 miligrama de álcool por litro de ar alveolar nos resultados dos testes, sendo assim configurado como crime de trânsito. Além de intensificar a fiscalização de desrespeito às normas de trânsito rodovias federais, a PRF também realizou um aumento da percepção de segurança nas rodovias federais em locais e horários de maior incidência de criminalidade, conforme monitoramento e dados estatísticos.

Durante as fiscalizações, a PRF atuou no combate à fraude veicular, ao tráfico de drogas, porte ilegal de armas de fogo e aos crimes ambientais. Na operação, foram apreendido 24 kg de entorpecentes, sendo 23 kg de pasta base e 1 kg de cloridrato de cocaína.

O condutor de 38 anos, natural de Presidente Dutra (MA), foi preso durante fiscalização realizada na BR-230, em Altamira, no sudoeste do estado. Um prejuízo estimado de mais de 2,9 milhões para o crime organizado.

A PRF também realizou nesse período a apreensão de 35 unidades da substância anfetamina, frequentemente utilizada por motoristas de veículos de carga, para driblar o sono e permitir que eles dirijam por mais horas ininterruptas. A PRF ressalta que a utilização desse tipo de substância é um risco para a segurança viária e para a saúde do próprio condutor.

Recuperados: Em Santarém, a PRF realizou a abordagem de um veículo Honda Civic durante a operação. A equipe constatou adulteração de todos os elementos identificadores do veículo e após a realização de uma análise mais aprofundada, foi possível identificar um registro de furto/roubo realizado na cidade de Goiânia (GO) no ano de 2015.

Posteriormente, o condutor apresentou um documento com indícios de adulteração, sendo assim conduzido à Delegacia de Polícia Civil para a realização dos procedimentos cabíveis.

Durante toda a operação foi registrado um aumento de 133% do número de veículos recuperados em comparação aos números do ano passado.

Tina DeBord- com dados da PRF

Foto: PRF