Fasepa apura rebeliões e fugas em Centro de Internação de Marabá

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Fundação administra o Centro, e enviou equipe para investigar ocorrências. Centro teve fuga no domingo, 14, e agressão a monitores nesta quarta, 16.

Do G1 PA

imageUma equipe da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) chegou nesta quinta-feira (17) ao município de Marabá, no sudeste do Estado, para apurar as causas de fugas e rebeliões que aconteceram recentemente no Centro de Internação Adolescente Masculino (CIAM) do município. A Fundação é responsável pela administração do Centro. A coordenadora de atividades sócio-educativas da Fasepa e dois monitores integram a equipe.

No último domingo (14), 14 internos fugiram do centro após os monitores serem  rendidos por dois homens armados. Onze adolescentes foram recapturados na segunda-feira (14), e três continuam foragidos. No centro, que abriga 35 adolescentes, não existem policiais ou seguranças, apenas porteiros e monitores.

Na noite desta quarta-feira (16) quatro adolescentes agrediram monitores do Centro no momento em que eram levados para os quartos-celas. A situação só foi controlada depois da chegada da Polícia Militar. Entre os internos que agrediram os funcionários, estão os adolescentes recapturados no início desta semana.

Publicidade