Faculdade de Parauapebas recebe aval para formar veterinários e dentistas

São 50 vagas para Medicina Veterinária e 100 vagas para Odontologia autorizadas pelo MEC na Faculdade Vale dos Carajás. Maior parte dos profissionais locais é absorvida pela prefeitura
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

À ausência da expansão das públicas, as faculdades particulares se espalham e roubam a cena no município de Parauapebas, onde há 66 mil pessoas com certificado de conclusão de ensino médio, mas sem graduação. Nesta segunda-feira (13), uma dessas particulares ganhou aval do Ministério da Educação (MEC) para abrir turmas de dois cursos inéditos no município: Medicina Veterinária e Odontologia.

As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu, que descobriu duas publicações na edição de hoje do Diário Oficial da União (DOU) trazendo a novidade que deve estrear em 2022 sob a batuta da Faculdade Vale dos Carajás (veja aqui). Serão 50 vagas para a formação de veterinários e 100 para a formação de dentistas, conforme portaria de autorização do MEC.

No âmbito da saúde, Odontologia chega para reforçar o portfólio dos cursos de Parauapebas, que já tem Enfermagem, Fisioterapia e Nutrição nas particulares e deve ganhar turmas de Enfermagem por duas públicas: uma noturna pela Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e uma integral pela Universidade do Estado do Pará (Uepa). Em se tratando de Medicina Veterinária, o curso afim mais próximo é Zootecnia, ofertado pela Ufra. A Medicina Veterinária mais próxima de Parauapebas está no campus da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) em Xinguara.

Com cerca de 250 mil habitantes, Parauapebas tem demanda elevada por cursos de graduação, especialmente os da área de saúde. A cidade é, hoje, a única em sua faixa populacional sem curso para formar médicos e perde jovens aspirantes a fazer carreira na área de saúde para municípios menos populosos, como Redenção e Altamira, aqui no Pará, e Araguaína e Gurupi, no Tocantins. Um quinto dos estudantes de Medicina das instituições de Marabá é de Parauapebas.

Mercado para veterinários e dentistas

Uma das perguntas que muitos aspirantes a curso superior se fazem ao escolher uma carreira é, naturalmente, se encontrará mercado de trabalho quando se formar e, tão importante quanto, se vai ganhar dinheiro na área. O Blog do Zé Dudu deu um “zoom” nos dados gerais de mercado de trabalho do município e constatou que há espaço para todos, de gregos a troianos. Mas tem um detalhe: os maiores salários estão dentro da Prefeitura de Parauapebas.

A média de remuneração dos 15 veterinários pagos pelo município, 12 deles contratados, gira em torno de R$ 12.077 líquidos. O vencimento-base parte de R$ 6.027, que são acrescidos de uma gratificação de 100% por incentivo ao desenvolvimento rural mais o vale-alimentação em dinheiro, atualmente no valor de aproximadamente R$ 898.

Já os dentistas — 47 na prefeitura, 35 deles contratados — também recebem R$ 6.027 de salário-base, R$ 898 de vale-alimentação e um mundaréu de dinheiro decorrente de “vantagens pessoais”, que abarcam os plantões dos profissionais. A média líquida deles é de R$ 12.577. Veterinários e dentistas da Prefeitura de Parauapebas ganham atualmente mais que os salários da mesma carreira no Executivo federal.

3 comentários em “Faculdade de Parauapebas recebe aval para formar veterinários e dentistas

  1. Pingback: Faculdade de Parauapebas recebe aval para formar veterinários e dentistas » Blog do Keniston

  2. Raimunda Rosiane do Nascimento Souza Responder

    eu quero medicina veterinária amo os animais tenho grande carinho por eles

  3. Francisco Freitas Responder

    Viva a prefeitura de Parauapebas!! essa prefeitura é uma mãe mesmo : olha só os salários de um veterinário e um dentista!!?? O dobro do salário de um médico aqui em Araguaína!!

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: