Exclusivo: juiz de Parauapebas pronuncia três pela morte do delegado André Albuquerque

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Delegado André AlbuquerqueO juiz de direito da 3ª Vara Penal de Parauapebas, Líbio Moura, emitiu hoje (23) sentença de pronúncia contra os réus Joel Bispo de Sousa ou dos Santos, Roni Moura
Eleutério e Vailton Pereira Evangelista. Eles são acusados de matar o delegado André Nunes Albuquerque (foto) em 03 de outubro de 2010, à época diretor da 20ª Seccional de Polícia de Parauapebas. O processo contra Marcos Maciel Gomes da Silva, também indiciado, está temporariamente suspenso.

O crime se deu no bairro Jardim América, quando o delegado, em companhia de outros agentes daquela Depol, se deslocou para o local com o objetivo de prender Joel Bispo, foragido do CRAMA em Marabá.  Segundo os autos, o delegado foi recebido a bala pelos quatro marginais que estavam na casa, sendo alvejando e vindo a falecer, tendo os assassinos abandonado imediatamente o local.

Segundo a pronúncia, os acusados deverão permanecer presos aguardando o julgamento. Segundo o juiz Líbio de Araújo Moura, não há ainda uma previsão para a data do julgamento, já que da decisão cabe recurso.

Confira aqui a íntegra da sentença.

Publicidade