Notícias

Advogado e fazendeiro são mortos a tiros no interior do Pará

Um advogado e um fazendeiro foram mortos a tiros por três homens na noite do último sábado em Tomé-Açu (208 km de Belém). Segundo representantes da seccional paraense da OAB …

Um advogado e um fazendeiro foram mortos a tiros por três homens na noite do último sábado em Tomé-Açu (208 km de Belém).

Segundo representantes da seccional paraense da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), o crime ocorreu por volta das 23h, quando ambos jantavam em um restaurante da cidade.

Dois homens entraram no estabelecimento e atiraram no fazendeiro. O advogado Jorge Guilherme de Araújo Pimentel tentou fugir, mas foi atingido por um terceiro homem que esperava do lado de fora.

O município de Tomé-Açu tem um histórico de crimes por motivações políticas. Pimentel tinha ligações com a política e já chegou a ser candidato a deputado estadual em 2002, pelo PMDB. O fazendeiro assassinado, Luciano Capácio, era sócio local de uma emissora de televisão.

O crime levou o delegado-geral de Polícia Civil do Pará, Rilmar Firmino de Sousa, a se deslocar pessoalmente ao município para acompanhar a investigação.

De acordo com o diretor de polícia do interior, delegado Silvio Maués, ainda não há informações sobre os motivos dos assassinatos.

O corpo do advogado Jorge Guilherme foi velado na capela dos Capuchinos neste domingo, em Belém. A OAB-Pa destacou dois representantes para o município, no intuito de acompanhar a apuração da morte do advogado.

Fonte: Folhapress/G1-PA

Deixe seu comentário