Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Empossado Conselho Municipal de Turismo de Parauapebas

Representantes de diversos setores do governo municipal e de instituições públicas e privadas, vinculados ao turismo foram empossados para o biênio 2018-2020 do Conselho Municipal de Turismo

Com o objetivo de fiscalizar a aplicação dos recursos financeiros a serem disponibilizados pela Administração Municipal para o desenvolvimento do Turismo; estudar e propor medidas de difusão e amparo ao setor; estimular e organizar o turismo sustentável, preservando a identidade cultural e ecológica de Parauapebas, dentre outras capacidades, foi empossado nesta quinta-feira (12), o Conselho Municipal de Turismo de Parauapebas, biênio 2018-2020.

O coordenador do Departamento de Turismo de Parauapebas, Marcos Alexandre, classificou o momento como muito importante. “Foram 17 anos de espera, mas o grande dia chegou e, a partir de agora, entendemos que novos tempos virão para o turismo em nosso município. É importante ressaltar que Parauapebas possui um potencial turístico imenso e uma nova matriz econômica neste setor é viável”.

Aglaudene Sarmento, representante das Companhias de Viagens e Turismo cadastradas no Ministério do Turismo parabenizou a todos os 22 conselheiros empossados, pelo empenho e dedicação; e ao trade, que se faz presente em massa. “Motivo esse que nos deixa satisfeitos pela resposta ao convite que fizemos a cada um deles”, comemorou. Por ser uma das pioneiras do setor na cidade, Aglaudene foi homenageada pelo Departamento de Turismo.

O representante do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Marcel Regis, convocou donos de hotéis, de restaurantes e sócios de empresas de turismo a abraçarem a responsabilidade de alavancar o turismo na cidade porque, segundo ele, Parauapebas tem um grande potencial no setor. “Parauapebas tem três unidades federais de conservação em seu território, que têm possibilidade de serem utilizadas de forma sustentável para o ecoturismo”, destacou. Ele também declarou que o ICMBio sempre será parceiro desta causa, com o objetivo de transformar Parauapebas na capital do ecoturismo de Carajás.

Veja também:  Parauapebas exibe atrativos turísticos na 46ª ABAV Expo Internacional de Turismo

Joaquim Cardoso Lins, proprietário do Balneário do Joca, participou do evento e ficou muito satisfeito. “Estou muito feliz em perceber que agora, com a criação do conselho, o município irá crescer ainda mais, inclusive com a geração de emprego no setor”, comemorou ele, que é proprietário de um dos pontos turísticos da cidade, reconhecido pelo respeito às questões ambientais.

A vereadora Joelma Leite (PSD) defende o setor. “Sempre defendi e sempre defenderei o turismo como atividade econômica que gera renda para o município. Eu acredito nisso!” Ela se comprometeu a fazer o que estiver a seu alcance, como vereadora e como cidadã, para ajudar a alavancar o setor.

O Conselho é composto por 22 representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, do Gabinete do Prefeito, da Assessoria de Comunicação, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, da Coordenadoria Municipal da Juventude, da Secretaria Municipal de Cultura, da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, da Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, da Procuradoria Geral do Município, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária, da Associação Comercial Industrial e Serviços de Parauapebas, das empresas mineradoras que atuam na Floresta Natural de Carajás, do Sindicato dos Trabalhadores em Turismo e Hotéis de Parauapebas, da Cooperativa de Ecoturismo de Carajás, da Câmara de Dirigentes Lojistas, da Cooperativa Extrativista de Carajás, do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Parauapebas e Canaã dos Carajás, do Sindicato dos Produtores Rurais de Parauapebas, do Sindicato das Empresas de Alimentação e Hospitalidade de Parauapebas e Região, das Companhias de Viagens e Turismo cadastradas no Ministério do Turismo e da Cooperativa Mulheres de Barro.

Deixe uma resposta