Embratur inicia no Pará uma série de seminários do Plano Aquarela, que irá rodar o Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Começou hoje (09/06) o primeiro de uma série de seminários da Embratur para divulgar o Plano Aquarela 2020 e sua estrutura de promoção no exterior. O Pará, de Bel Mesquita – Secretária Nacional de Políticas para o Turismo – foi escolhido como o primeiro estado a receber o evento, que depois passará por todas as outras unidades da federação. Além de divulgar suas estratégias promocionais, a Embratur aproveitará a oportunidade para fechar novos convênios com os governos locais.

“Queremos voltar a discutir convênios e acordos com os governantes locais, pois precisamos ter uma coesão no modelo de divulgação no exterior. Além disso, nossa prioridade neste primeiro momento é revisar o banco de imagens da Embratur, para ter novas fotos de divulgação, e começar a planejar a nova etapa do Caravana Brasil”, afirmou Walter Ferreira, assessor da presidência da Embratur, que está em Belém (PA) para o seminário. Ele aproveitará também para explicar sobre a nova ficha de produtos do Plano Aquarela e apresentar a grade de produtos disponíveis para o segundo semestre.

Walter conta que a Embratur planejou iniciar a série de palestras pelo Norte do país. Convites foram feitos também ao Acre e Tocantins, que devem receber o evento no mês de agosto. “Outros convites estão sendo emitidos, mas cada estado tem que dar sua opção de data e programação. Entendemos que em julho temos o Salão do Turismo e as festas de São João, o que atrapalha um pouco. Mas até o fim do ano rodaremos todos os estados”, explica.

O Pará recebeu, no ano passado, cerca de 20 mil turistas estrangeiros. Adenauer Góes, presidente da Paratur, afirmou que em 2010 o estado não participou de nenhum evento no exterior da agenda da Embratur, mas que este ano isso será diferente. “Já retomamos o processo de planejamento e estamos estreitando nosso contato com a Embratur para voltar a participar da divulgação da entidade no exterior. Sabemos que isso é importante para o estado”, afirma, contando também que alguns técnicos da Paratur já receberam treinamentos específicos da Embratur.

Atualmente, o Pará tem oito produtos turísticos, divididos por segmento, que podem ser promovidos fora do Brasil. Os principais roteiros são a ilha de Marajó, Santarém e Alter do Chão (ecoturismo), Belém Cultural e Círio de Nazaré (cultura), e pesca esportiva no Rio Xingu, Tapajós e Trombeta (esporte). A promoção destes destinos é direcionada para os Estados Unidos, Argentina, Chile, Alemanha, França, Espanha e Itália.

Fonte: Mercados & Eventos