Em Parauapebas, desrespeito ao limite de velocidade cai quase pela metade nos locais com radar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

IMG-20150130-WA0005Os registros de excesso de velocidade caíram bruscamente nos trechos onde a Prefeitura de Parauapebas instalou equipamentos de fiscalização eletrônica. Só no segundo período de 30 dias após a implantação dos radares, o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) identificou uma diminuição de 45,9% nos índices.

A aposta no caráter educativo, as campanhas de abordagem direta promovidas pela Prefeitura e as parcerias com os órgãos de imprensa locais contribuíram para sensibilizar os condutores. “O objetivo não é gerar multas, é educar, provocar a diminuição da velocidade e promover mais segurança no trânsito”, afirmou o secretário municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, Hipólito Gomes.

Por isso, a Prefeitura iniciou a migração dos chamados “radares” para Redutores Eletrônicos de Velocidade (REV), conhecidos popularmente como “lombadas eletrônicas”. Com esse equipamento, um painel de fácil visualização mostra se a velocidade desenvolvida pelo condutor está de acordo com o limite da via. A expectativa é levar o número de infrações para próximo de zero nesses pontos.

A esse respeito, o diretor do DMTT, Gleidson Almeida, alerta: “o cidadão deve observar os limites de velocidade tanto para a sua segurança quanto para a segurança de pedestres e outros usuários do trânsito. Isso mesmo em pontos onde não há fiscalização eletrônica”.

Texto: Diego Pajeú – ASCOM PMP