Brasil

Parauapebas goleia Castanhal e entra na briga por uma vaga na semifinal do 1º turno

O Parauapebas voltou a jogar bem e goleou fora de casa o Castanhal, no Campeonato Paraense 2015, na noite desta quarta-feira (11), no estádio Maximino Porpino, o Modelão. O PFC …

FUTB 3O Parauapebas voltou a jogar bem e goleou fora de casa o Castanhal, no Campeonato Paraense 2015, na noite desta quarta-feira (11), no estádio Maximino Porpino, o Modelão. O PFC venceu, por 3 a 0, com autoridade e avançou da terceira para a segunda colocação do Grupo A1 com seis pontos conquistados e entrou de vez na briga por uma das vagas para a semifinal do 1º turno. O curioso da partida foi que os três gols foram marcados em cobrança de falta, Régis duas vezes e Juninho.

O jogo começou com forte marcação e muitas faltas no meio de campo. Em uma das faltas, o atacante Clayton Boca do Castanhal, teve que ser substituído por levar uma entrada mais forte. Nenê Apeú entrou em seu lugar. O meia Régis driblou a marcação, mas chutou por cima da meta de André Luis. O Japiim da Estrada respondeu com Reis, que cruzou na medida para o atacante Nenê Apéu, só que o jogador se atrapalhou todo com a bola.

FUTB 2

Os times continuaram a errar passes e finalizações. Magno arrancou pelo meio e mandou um chutaço, a bola subiu sobre o telhado de André Luis. O Castanhal não deixou por menos, quando Geovane cruzou para Reis, que dominou com estilo e bateu forte, mas a bola foi longe da meta do goleiro Paulo Rafael. Quem chegou ao gol foi o Parauapebas. Régis cobrou falta, a bola passou por baixo da barreira e enganou André Luis, aos 42 minutos. Com futebol feio e com poucas chances de gol, a torcida do Japiim começou a vaiar o time.

Mas os fanáticos torcedores do Castanhal mal sabiam que o pior estava por vir. Mais uma vez o meio campo Régis soltou a pancada em cobrança de falta e colocou a bola para o fundo do gol. Os donos da casa se perderam em campo e sentiram o gol do adversário. Mesmo com mudanças do técnico Carlos Alberto Dias, o time castanhalense não conseguiu render o esperado. Em mais uma cobrança de falta, Juninho marcou com perfeição e decretou a goleada do PFC, aos 29 minutos.

“Isso é fruto do nosso trabalho. A gente plantou o que colheu durante a semana. Estou muito feliz pelos gols, mas estou feliz pelo grupo também. Pela garra e determinação” afirmou Régis, destaque da partida.

FICHA TÉCNICA

Castanhal: André Luis; Lisa, Bruno, Halysson e Lineker; Léo, Magson (Maninho), Billy e Geovane (Paulo André); Clayton Boka (Nenê Apeú) e Reis. Técnico: Carlos Alberto Dias

Parauapebas: Paulo Rafael; Rodrigo Siqueira, Negretti, Henrique e Mocajuba; Léo, Dedeco, Régis e Juninho (Wasley); Magno (Célio Codó) e Evandro. Técnico: Léo Goiano

Cartões amarelos: Lisa (Castanhal) e Rodrigo Siqueira (Parauapebas)

Árbitro: Wasley do Couto.

Assistentes: Heronildo Sebastião Freitas da Silva e Milton do Socorro Alves de Souza

Quarto árbitro: Joquetam Moreira Guimarães

Local: Estádio Maximino Porpino Filho, o Modelão

Renda: R$ 6.480,00

Pagantes: 649  –  Credenciados: 192  – Total: 841

Fonte : Fábio Relvas

 

Deixe seu comentário