Em jogo fraco, Bragantino e Paysandu empatam sem gols em Bragança pelas quartas de final do Parazão

Castanhal e Independente ficaram no empate, em 1 a 1, e a Tuna bateu o Itupiranga, por 3 a 0, em Marabá
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Bragantino e Paysandu fizeram uma partida fraca no Diogão (Foto: Jorge Luís Totti/Ascom Paysandu)

Continua depois da publicidade

Mais três jogos neste domingo (2) movimentaram as quartas de final do Campeonato Paraense de 2021. Os duelos válidos pelos jogos de ida envolveram os confrontos entre Castanhal e Independente, Bragantino e Paysandu, Itupiranga e Tuna. Antes das três partidas, o Clube do Remo estreou bem no mata-mata, vencendo o Águia por 3 a 1 em pleno Estádio Zinho Oliveira, em Marabá, neste sábado (1°).

Castanhal 1 x 1 Independente

Pela manhã, o Castanhal recebeu a forte equipe do Independente Tucuruí no Estádio Maximino Porpino Filho, o Modelão, em Castanhal. O Japiim começou melhor e teve chance do primeiro gol quando Canga cruzou da esquerda e a bola passou pelo goleiro Dida, mas o meia Alexandre não conseguiu marcar. Em mais uma tentativa do Castanhal, Samuel arriscou de fora da área e mandou por cima da meta adversária. 

Na terceira chegada, o Japiim marcou. Após cruzamento da esquerda, houve um bate e rebate na área da equipe de Tucuruí, até que Gui Campana pegou a sobra e fez, aos 19 minutos do primeiro tempo, 1 a 0. Mas o Independente logo chegou ao empate. Depois de invadir a área, o meia Raílson foi derrubado e o árbitro assinalou pênalti; ele cobrou e deslocou o goleiro Axel Lopes, deixando tudo igual aos 29 minutos da primeira etapa.

O time aurinegro não sentiu o gol de empate e quase marcou o segundo. Willian Fazendinha cobrou escanteio no primeiro pau, Canga tocou de cabeça para a área e a zaga do Independente afastou o perigo. No segundo tempo, o Galo Elétrico teve a chance de virar. Após cruzamento da esquerda, houve um chute de primeira e o goleiro Axel Lopes defendeu bem e salvou o Castanhal. 

Na reta final de partida, o Japiim buscou a vitória. Daelson cruzou da direita e Canga testou para fora. Willian Fazendinha tentou marcar de fora da área e mandou por cima da meta do goleiro Dida. Em mais uma tentativa dos donos da casa, o atacante Pecel foi derrubado dentro da área, mas a arbitragem mandou seguir. A última jogada de perigo foi quando Canga tentou fazer o gol e a bola sobrou para Daelson, que sozinho mandou por cima. Placar final: Castanhal 1 x 1 Independente. 

Bragantino x Paysandu

No Estádio Olímpico São Benedito, o Diogão, em Bragança, o Bragantino foi para cima do Paysandu. Edicleber tentou surpreender em cobrança de falta da esquerda e a bola quase enganou o goleiro Victor Souza, que fez a defesa para o time bicolor. O Papão respondeu na mesma moeda em cobrança de falta de Ruy, mas o goleiro Deco Júnior fez boa defesa. Isso foi o que de melhor aconteceu na primeira etapa.

No segundo tempo, o técnico Artur Oliveira colocou o time no ataque. Na primeira bola de Léo Pará, o atacante do Braga quase abriu o marcador, mas o chute foi para fora. Em uma boa jogada do Tubarão do Caeté, Mauro Ajuruteua se livrou do goleiro Victor Souza e o zagueiro Perema conseguiu chegar e colocar pela linha de fundo. O atacante Mauro Ajuruteua quase decidiu o jogo quando arrancou, driblando dois jogadores do Papão, cortou para o meio e chutou por cima da meta do goleiro Victor Souza. Placar final: Bragantino 0 x 0 Paysandu.

Itupiranga x Tuna 

O Estádio Municipal Zinho Oliveira, em Marabá, foi palco para o duelo entre Itupiranga e Tuna Luso. O Crocodilo, que voltou bem para a competição após a parada e a Águia Guerreira vindo de goleada e com o ataque mais positivo do Parazão. A Tuna decidiu o jogo ainda no primeiro tempo com gols de Lukinha, aos 45, e Alexandre Pinho, aos 47 minutos. Para fechar a conta, Lineker aumentou, aos 49 minutos do segundo tempo, e deixou a Águia perto da vaga. Placar final: Itupiranga 0 x 3 Tuna Luso.

Por Fábio Relvas
Publicidade