DNIT concluiu o canteiro da obra em ponte que liga Xambioá – São Geraldo do Araguaia

Previsão da Autarquia é finalizar o empreendimento em setembro de 2022
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Brasília – O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) conclui o canteiro de obras as margens do Rio Araguaia e segue com os trabalhos de construção da ponte na BR-153 PA/TO — divisa dos estados do Tocantins e do Pará e que vai interligar as cidades de Xambioá (TO) e São Geraldo do Araguaia (PA). Segundo o DNIT, a previsão de entrega é para setembro de 2022 e ao todo o projeto deve custar R$ 157 milhões com recursos do governo federal.

A Autarquia, em nota, informou que já está com 50% do projeto do empreendimento aprovado — uma parte da infraestrutura e da mesoestrutura da ponte prontos, e que o cronograma não sofreu atrasos.

Sobre a execução dos serviços em si, as equipes do DNIT concluíram o canteiro da obra e, da parte aprovada do projeto, executaram 44 estacas de um total de 702, três de 88 blocos e dois dos 44 pilares.

Ponte Xambioa-Sao Geraldo2

A previsão é de que na segunda quinzena de julho, o DNIT inicie o serviço nos pilares que vão ser feitos dentro do rio Araguaia.

Quando ficar pronta, a ponte terá 1.724 metros de extensão e será a maior ponte do estado do Tocantins. A expectativa é que mais de 1,5 milhão de pessoas sejam beneficiadas. A estrutura vai compor a BR-153, que é uma das principais vias para escoar a produção agrícola do Tocantins, do Pará que terá agrega à sua malha logística, mais opção de escoamento da produção de minérios, assim como, a de estados vizinhos ao empreendimento.

Atualmente a travessia é feita através de balsas o que representa fator de insegurança para os usuários da rodovia e para a população local.

Retomada

A ponte em questão foi prometida ainda em há trinta anos e teve a primeira emenda do orçamento destinada pelo ex-Deputado Federal Giovanni Queiroz (PDT-PA). Com sucessivos atrasos do projeto, a obra entrou e saiu, ao longo de três décadas do radar do governo federal.

A retomada ocorreu quando o então presidente da República Michel Temer (MDB) visitou a região e assinou o contrato, em 2017. Desde então, a licitação ficou parada por disputas judiciais que só foram resolvidas recentemente.

 Ponte Xambioa-Sao Geraldo3

Demanda antiga da população dos dois estados, o empreendimento da BR-153 PA/TO estava é um importante eixo de ligação entre as Regiões Norte e Sul do Brasil, por permitir a integração multimodal entre a ferrovia Norte-Sul e a hidrovia Tocantins-Araguaia. A construção da ponte vai impulsionar o desenvolvimento econômico local, pois facilitará o tráfego de veículos e caminhões, melhorando o escoamento da produção de bens e diminuindo os custos no transporte de cargas.

Reportagem: Val-André Mutran – Correspondente do Blog do Zé Dudu em Brasília.

Publicidade