Criação de Banco de Leite Humano é novamente solicitado pela vereadora Francisca Ciza

A vereadora Ciza ainda destacou que o serviço vai contribuir com a redução dos gastos com leites artificiais que são fornecidos pela Semsa
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O município de Parauapebas ainda não dispõe de Banco de Leite Humano disponível para atender crianças cujas mães não podem amamentar. Na intenção de ofertar o serviço, a vereadora Francisca Ciza (DEM) solicitou em 2017, na Indicação nº 210, a implantação do banco na cidade.

O governo do município chegou a negociar a criação do banco com o Governo do Estado, mas o convênio não foi efetivado. Ainda com o objetivo de instalar o Banco de Leite em Parauapebas, a vereadora Francisca Ciza requisitou novamente ao Poder Executivo municipal a implantação do Banco de Leite Humano nas dependências do Hospital Geral de Parauapebas (HGP).

A parlamentar pediu na sessão ordinária desta terça-feira, 3 de março, por meio da Indicação nº 36/2020, que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) reative o processo de negociação da implantação do Banco de Leite.

A vereadora Ciza ainda destacou que o serviço vai contribuir com a redução dos gastos com leites artificiais que são fornecidos pela Semsa, além de proporcionar um alimento mais saudável aos recém-nascidos da cidade.

Compreendendo a importância do pedido para a comunidade de Parauapebas, os vereadores aprovaram a indicação, que será enviada para análise da administração municipal.

Publicidade