Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Comerciantes do Cidade Nova, em Marabá, continuam sendo alvos de assaltos

Nova reunião expôs a situação às autoridades da Segurança Pública em busca de solução para o grave problema
Continua depois da publicidade

Por Eleutério Gomes – Correspondente em Marabá

Comerciantes do Núcleo Cidade Nova, mais exatamente da Avenida Nagib Mutran e transversais e entorno da Praça São Francisco, continuam trabalhando “com o coração na mão”. Após um mês da primeira reunião com representantes da Policia Militar, na manhã desta quinta-feira (13) eles tornaram a se reunir a fim de tentarem achar uma solução para os graves problemas de assaltos e arrombamentos dos quais são vítimas frequentemente, contabilizando prejuízos financeiros e traumas psicológicos.

Desta vez a reunião ocorreu no Ministério Público do Estado, com a presença da promotora de Justiça Josélia Leontina de Barros Lopes e representantes da prefeitura, Guarda Municipal, Departamento Municipal de Trânsito e Polícia Militar. A Polícia Civil não enviou representante, uma vez que a superintendente estava em Belém em reunião de trabalho.

Como da primeira vez, a reunião foi coordenada pelo Sindicato Patronal do Comércio Varejista de Marabá (Sindicom), representado pelo vice-presidente Raimundo Alves da Costa Neto, e pelos diretores Francisco Arnilson de Assis e Maria do Livramento Sá de Almeida, a Lia da Liberdade.

No dia 14 de agosto passado, uma primeira reunião aconteceu em uma das salas do Senac, ocasião em que o subcomandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, major Hélio Ernani Oeiras Formigosa, e o comandante de área do Núcleo Cidade Nova, capitão Harley Alves da Costa, ouviram as queixas dos comerciantes.

Na oportunidade, eles prometeram que haveria rondas a fim de inibir a ação dos bandidos. Realmente elas aconteceram por algum tempo, proporcionando tranquilidade aos empresários. Porém, depois de algumas semanas os policiais sumiram das ruas e a situação voltou a ficar crítica.

O representante do prefeito Sebastião Miranda Filho, Walmor Costa, chefe de gabinete da prefeitura, anunciou que em breve a Praça São Francisco será totalmente reformada e mais iluminada, dando novo aspecto ao local e afastando os desocupados que hoje ameaçam não só os comerciantes, quanto as demais pessoas que frequentam ou passam por ali.

Veja também:  Prefeito, diretor do DMTU e vereador de Jacundá estão na mira do MP

O tenente-coronel Sidney Profeta da Silva, comandante do 4º BPM, afirmou que está há apenas 20 dias em Marabá e que, a partir do que foi relatado na reunião, de imediato irá traçar ações de combate aos marginais a fim de devolver a tranquilidade ao comércio do Cidade Nova. Ele ainda ouviu as reclamações dos comerciantes e anotou sugestões e informações importantes, como horários mais favoráveis à ação dos bandidos.

Pelo DMTU, o diretor do departamento, Jocenilson Silva Souza, que ouviu queixas a respeito de abusos cometidos por motoristas de táxi-lotação, de excesso de espaço dado a esse tipo de transporte alternativo e também aos moto-táxis, afirmou que um estudo já está sendo feito pelo órgão dirigido por ele, que vai tentar solucionar esses e outros problemas.

Túlio Rosemiro Pereira, coordenador de Posturas da Prefeitura Municipal, questionado sobre os horários irregulares de carga e descarga de mercadorias naquele perímetro, disse que tudo isso está regulamentado em lei municipal e afirmou que as transportadoras têm conhecimento desses horários.

Ao final da reunião, a promotora Josélia disse que esse tipo de encontro entre os representantes de todos os órgãos e a população é muito importante e marcou a próxima para 25 de outubro. Ela espera que, a partir da reunião desta quinta-feira já seja possível perceber mudanças na situação.

Deixe uma resposta