Canaã dos Carajás: vereador denuncia descaso com o esporte. R$1 milhão foi gasto sem justificativa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Vereador João Nunes - Canaã dos Carajás Usando a tribuna na sessão de segunda-feira, 14, o vereador João Nunes (PMDB) denunciou que foram gastos, só no ano passado, 2010, cerca de RS 1 milhão, com investimentos em esportes. O vereador se admira pelo fato de não ter obras referentes a estruturas poliesportivas nem na realização de eventos.

“O secretário de esportes nunca veio a esta casa dar explicações sobre onde foi investido este recurso”, disse o vereador, sugerindo ao presidente daquela Casa de Leis, vereador Valter Diniz, que formulasse convocação para que o coordenador de esportes, Elson Gomes, viesse dar explicações à população e aos vereadores.

A atleta não recebeu apoio do poder público João Nunes citou o descaso, por parte da secretaria de esportes, com o apoio requerido pela atleta, Clara Beatriz, medalhista de ouro no Pan-Americano na modalidade Jiu Jitsu. Segundo ele a atleta deixou de participar de um importante campeonato, na Argentina, por não ter recursos para custear a viagem e recorreu ao poder executivo através da FUNCEL (Fundação de Cultura, Esportes e Lazer), que responde pela Secretaria Municipal de esportes, tendo como resposta de Elson que não tinha recursos para repassar à atleta.

O fato, segundo João Nunes, já havia acontecido quando a mesma atleta buscou apoio para representar o município no Pan-Americano, ocorrido recentemente em Brasília e ouvira a mesma alegação. A atleta recebeu ajuda de outras pessoas, inclusive de vereadores, participou do campeonato e trouxe uma medalha de ouro.

“Se me perguntar que esporte é este que recebeu cerca de R$ 1 milhão em investimentos? Desconheço. Gostaríamos de saber onde investiram tanto dinheiro?”, interroga Nunes, afirmando que os vereadores apresentaram requerimento pedindo a construção de quadra poliesportiva, arquibancadas e banheiros no ginásio de esportes e não foram atendidos pelo chefe do executivo.

João Nunes citou o trânsito e transportes no município que também no ano passado, 2010, empenhou cerca de R$ 1 milhão. Ele não detalhou sobre isto, mas se comprometeu que a cada sessão irá abordar uma irregularidade diferente.