Câmara de Marabá cria comissão de transição para passagem de bastão

Pedrinho quer seguir comando do TCM e fazer transmissão de mandato ao sucessor de forma transparente. Comissão vai apresentar relatório final com informações sobre as ações da Casa.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Uma medida tomada pela presidência da Câmara de Marabá vai facilitar a vida do futuro novo presidente do maior — em número de assentos — e mais importante parlamento do sudeste paraense. Por meio da Portaria 15/2020, Pedro Corrêa Lima, o “Pedrinho”, atual presidente da Casa e vereador reeleito, nomeou cinco membros, servidores do parlamento, para compor a equipe de transição de seu mandato.

O ato obedece instrução normativa do Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCM-PA), que dispõe sobre procedimentos a serem adotados pelos atuais e futuros chefes de poderes municipais, por ocasião de transmissão de mandato. As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu.

De acordo com Pedrinho, a criação da comissão de transição tem por finalidade dar subsídios para que ele, presidente atual, preste informações a seu sucessor sobre ações em andamento e forneça elementos às tomadas de decisão para o plano de trabalho da nova gestão que vai se iniciar. A comissão, que será coordenada pelo diretor de controle interno Mário Célio Costa Alves e pelo assessor jurídico Ronaldo Giusti, terá também como membros a contadora Maria Delza Araújo, a diretora financeira Telma Christiane Dias e o diretor administrativo Dacivan da Conceição.

Eles cinco serão responsáveis pelo levantamento de informações administrativas da Câmara e pela produção de relatório conclusivo que será entregue ao futuro presidente. O próximo chefe do legislativo, diga-se de passagem, comandará um orçamento de R$ 26,304 milhões, boa parte dos quais (R$ 17,217 milhões) destinada ao pagamento dos atuais 253 servidores da Casa, inclusive os 21 vereadores.