Bragantino e Paragominas empatam em uma partida movimentada no Estádio Diogão

O jogo terminou com o placar de 4 a 4. O destaque vai para Cris Maranhense, que marcou todos os gols do Tubarão
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Time do Bragantino (Foto: Divulgação)

Continua depois da publicidade

A bola rolou, na manhã deste domingo (18), para a partida entre Bragantino e Paragominas, no Estádio Olímpico São Benedito, o Diogão, em Bragança, válida pela sexta rodada do Campeonato Paraense de 2021. As duas equipes estavam em busca da vitória, já que na rodada anterior tanto o Tubarão do Caeté como o Jacaré do Norte acabaram empatando em seus jogos.

O Bragantino teve a chance de abrir o placar quando, após um escanteio, Edicleber desviou e o goleiro Gustavo espalmou, salvando o Paragominas. O Jacaré respondeu com o atacante Aleílson, que disparou um chute para fora. Os donos da casa chegaram com perigo. De um cruzamento da direita, Mauro Ajuruteua cabeceou e o goleiro Gustavo defendeu. Mas quem marcou foram os visitantes: o meia Paulo Victor arriscou um chute de fora da área e acertou no canto do goleiro Deco Júnior, aos 24 minutos, 1 a 0 Paragominas.

O Jacaré quase ampliou com o atacante Aleílson, que chutou forte, mas o goleiro Deco Júnior defendeu duas vezes. O Tubarão do Caeté empatou: após cobrança de escanteio, Cris Maranhense subiu de cabeça para igualar o jogo, aos 45 minutos, 1 a 1. No segundo tempo, Michel cobrou falta perigosa que o goleiro Deco Júnior espalmou para escanteio. Mas o time do Braga virou a partida. Em uma cobrança de falta, Edicleber chutou, a bola bateu na zaga e sobrou para o artilheiro Cris Maranhense, aos sete minutos, 2 a 1.

O Paragominas não desistiu e empatou o jogo. Após boa jogada pela esquerda, o cruzamento saiu na medida na segunda trave para a cabeçada de Kaikinha, que mandou para as redes, aos 14 minutos, 2 a 2. Minutos depois, a zaga do Tubarão fez lambança, a bola sobrou para o ataque do Jacaré; no primeiro chute, o goleiro Deco Júnior defendeu e soltou, mas na sobra apareceu Aleílson, que não perdoou, aos 19, 3 a 2 para o PFC.

O jogo era movimentado. Após cobrança de escanteio, houve um desvio e a bola sobrou para o carrasco Cris Maranhense, que marcou seu terceiro gol na partida e mais uma vez deixou tudo igual, aos 28 minutos, 3 a 3. A partida pegou fogo. Mauro Ajuruteua foi derrubado por Paulo de Tárcio dentro da área, – o árbitro assinalou pênalti e expulsou o volante do Jacaré.

Cris Maranhense cobrou e deslocou o goleiro Gustavo, aos 33 minutos, 4 a 3. Foi o quarto gol do jogador no jogo e o sexto no Parazão, se tornando o artilheiro do estadual. No último lance da partida, a bola foi jogada na área do Tubarão, o atacante Aleílson disputou na área e caiu; o árbitro Olivaldo José Alves Moraes assinalou pênalti. Buiu cobrou e deslocou o goleiro Deco Júnior, aos 51 minutos. Placar final: Bragantino 4 x 4 Paragominas.

Com o resultado, o Bragantino segue em terceiro lugar do Grupo A1, com sete pontos conquistados, enquanto o Paragominas ficou em uma situação complicada dentro do Grupo A3, com seis pontos e segurando a lanterna. 

Por Fábio Relvas
Publicidade