Após temporal em Belém, clássico entre Paysandu e Tuna é adiado no Estádio da Curuzu

A famosa chuva da tarde da capital veio forte e com vento, que alagou o gramado de jogo e quase derrubou o placar eletrônico
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A partida entre Paysandu e Tuna, que estava marcada para a tarde desta sexta-feira (9), no Estádio Leônidas Castro, o Banpará Curuzu, em Belém, foi adiada devido ao temporal que caiu na capital paraense. A chuva caiu forte e com muito vento, o que quase derrubou o placar eletrônico do estádio e afetou com alguns danos a torre de iluminação, causando uma leve inclinação.

A chuva passou e o árbitro Joelson Nazareno Ferreira Cardoso, da CBF, aguardou o posicionamento dos órgãos de segurança para saber se a bola poderia ou não rolar depois dos transtornos ocasionados pela chuva. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros vetaram o início da partida que seria válida pela quinta rodada do Campeonato Paraense de 2021, e o jogo foi suspenso sem data definida para ser realizado.

O diretor de competições da FPF, Del Filho, deverá sentar com os dois clubes para remarcar o clássico em outra oportunidade e sendo assim, Papão e Águia não jogarão nesta rodada e vão ficar com um jogo a menos que os demais adversários. As duas equipes chegaram a adentrar ao gramado de jogo, houve as execuções dos hinos do Brasil e do Pará, mas a bola não rolou pela forte ventania que causou um curto-circuito no placar eletrônico e ficou ameaçado de despencar, correndo o risco de acertar algum atleta dentro de campo.

“O capitão do Corpo de Bombeiros me disse que não tem condições de dá continuação ao jogo por ele, órgão de segurança. Ele me explicou que o vento que joga para lá, pode voltar para cá e nós estamos voltados com a concentração do jogo e a gente não pode ver o placar eletrônico voltar e cair, isso pode gerar também um curto-circuito porque ele é energizado, pode cair e atingir alguém e não vamos ter como recuperar a vida devido a nossa falta de sensibilidade”, afirmou Joelson Nazareno Ferreira Cardoso, árbitro da partida.

O árbitro aguardou uma hora para saber o posicionamento final dos órgãos de segurança, e que de fato vetaram o andamento da partida, sendo suspensa em decisão conjunta. Pelo regulamento do Campeonato Paraense, o que rege é que a partida poderá acontecer em outra data, que seria às 9h, ou até às 15h do dia seguinte, ou seja, deste sábado (10). Isso seria um consenso entre os dois clubes para resolver a situação da partida suspensa, mas tudo aponta que os rivais não voltarão a campo para o clássico neste sábado.

Por Fábio Relvas