Altamira: Homem vai buscar moto apreendida e é preso por estupro de vulnerável

O acusado foi preso pela PRF, após a conferência da documentação dele. Ele estava com mandado de prisão decretado pela Justiça pelo crime
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
O homem foi preso ao comparecer para pegar a motocicleta dele, que tinha sido roubada

Continua depois da publicidade

Um homem foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) ao apresentar a documentação, para os procedimentos de entrega de uma moto roubada em Altamira, no sudoeste do Pará. Ao verificar a identidade dele, a PRF constatou que ele estava com um mandado de prisão em aberto acusado de estupro de vulnerável.

Segundo a PRF, nesta segunda-feira (27), o Departamento Municipal de Trânsito de Altamira (Demutran) solicitou o apoio da corporação para a identificação dos veículos apreendidos no pátio do órgão, quando foi verificada uma motocicleta modelo Honda, sem placa de identificação. Após realizar consulta nos sistemas da PRF, foi identificada uma ocorrência de furto/roubo registrada na cidade de Altamira.

Foi realizado contato com o homem que teria feito o registro, para que o mesmo comparecesse ao Demutran para acompanhar a entrega do veículo à Polícia Civil e solicitar restituição. No entanto, após consulta ao Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP), procedimentos padrões da PRF, a equipe verificou que o proprietário da motocicleta possuía um mandado de prisão preventiva em aberto pelo crime de estupro de vulnerável.

Assim que o homem compareceu ao Demutran, conforme solicitado, e após conferência de seu documento de identidade, foi informado ao mesmo de que se encontrava detido e que seria encaminhado à autoridade policial de Altamira. Questionado sobre a acusação, ele alegou ser inocente.

Diante dos fatos, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu a motocicleta sem placa de identificação. O acusado foi conduzido à Polícia Civil de Altamira.

Tina DeBord