Agência do Detran em Curionópolis é interditada pela proprietária. Governo Jatene está inadimplente há onze meses.

Continua depois da publicidade

A população de Curionópolis, usuária dos serviços da agência do Detran naquele município ficou surpresa hoje pela manhã quando procurou a agência e se deparou com a mesma fechada.

Segundo informado, a proprietária do imóvel, senhora Adalgiza Alves Bastos, 57 anos, viúva, esteve ontem a tarde quando a agência estava sendo fechada pelo vigia e retirou as chaves das mãos do funcionário.

D. Adalgiza afirma que não recebe o aluguel há onze meses e que esta é a única fonte de renda da mesma. Segundo a proprietária, o governo Jatene renovou o contrato mas vem protelando o pagamento.

Procurado, o gerente da agência, Lucivaldo Araújo, confirmou a versão da proprietária. Contudo, disse que o contrato ainda não foi renovado, já que os valores foram alterados e, pela burocracia jurídica solicitada pelo estado, houve atrasos na entrega de documentos por parte da proprietária.

Araújo, que trabalha na agência com outros seis funcionários cedidos pelo estado, disse que há cerca de onze meses foi procurado por D. Adalgiza que solicitou um aumento no aluguel, que era de R$900,00 para R$2.000,00 mensais. Segundo o gerente, D. Adalgiza formulou um pedido de alteração e este foi encaminhado à assessoria jurídica do Detran, em Belém e que outros documentos estariam pendentes para que o contrato fosse formalmente assinado, todavia as vistorias no prédio já foram feitas.

O diretor adiantou que não poderia se pronunciar mais amiúde sobre o assunto e que o caso já foi comunicado ao departamento jurídico do Detran. Ainda segundo Araújo, as constantes greves e as mudanças na diretoria do órgão fizeram com que houvesse tal atraso com a proprietária, fato que gerou essa situação. Para Araújo, o órgão, que entrou hoje em greve em Belém, deve estar depositando os aluguéis pendentes nas próximas horas e, em breve, a agência estará novamente funcionando.

O fato mostra o interesse que o governo Jatene tem pelo sul do Pará, onde, até os órgãos arrecadadores passam por situação de descaso.

9 comentários em “Agência do Detran em Curionópolis é interditada pela proprietária. Governo Jatene está inadimplente há onze meses.

  1. Lucas Responder

    Lamentalvel, o Detran de Parauapebas mas parece um curral da mamorras mediévais!! Fiquei inojado! um ambiente insalubre!!!

  2. flavio Responder

    o povo queria mudança! mas, não para piorar o representante do estado deve explicações a população o detran de parauapebas tambem não está funcionando, essa é a mudança que nós queriamos?
    cadê o PSDB salvador dos problemas do estado, na escola carlos drumon a pior no enen 2011 está sem professores ninguem aguenta!!!!!!!!

  3. popular Responder

    É bom lembrar que Jatene se manifestou durante o plebiscito em apoio ao 55, ou seja contra a Criação do estado de Carajás.
    Fora Jatene!
    ah só pra lembrar já pararam as obras de recuperação da PA- 275 que liga Parauapebas a Eldorado dos Carajás, coincidentemente logo depois que uma matéria veiculada em todo o estado sobre o trabalho que o governo estava fazendo. A obra parou e agora os buracos devem aumentar e provocar os velhos acidentes e possibilitar mais assaltos…

    Fora Jatene!
    Foi por tudo isso que votei contra o 55.

  4. Goiania Responder

    A CULPA É SO DO GOVERNADOR, ESSE JATENE NEM LIGA PARA NOSSA REGIÃO, AS ESTRADAS SÃO PESSÍMAS, TUDO QUE DEPENDE DO GOVERNO NÃO FUNCIONA DIREITO, VCS JA VIRAM ELE NAQUELA REGIÃO, ELE NÃO VAI, NÃO PRECISA, PRA QUE IR LA, SO PRA OUVIR VAIAS.

  5. Clayton Santos Responder

    Vale lembrar que parte de culpa disso também são goianos, mineiros, paulistas etc que ganham dinheiro aqui no sul do Pará, compram veiculos e na hora de licenciá-los, fazem nos seus estados de origem, fazendo com que o Estado do Pará e o Município deixem de arrecadar, e consequentemente não fazendo frente às manutenções das rodovias estaduais e melhoria nas agencias do interior!

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: