Vereador e líder indígena morre de covid-19 em Jacareacanga

Ele era tido como um líder dedicado e mediador de políticas públicas em prol do povo Munduruku
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Uma liderança indígena da etnia Munduruku, do município de Jacareacanga, morreu nesta quinta-feira (9), vítima do novo coronavírus. Elinaldo Krixi Munduruku, de 50 anos, estava internado em estado grave no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém. A morte do indígena causou comoção na região.

Acometido pelo novo coronavírus desde o final do mês passado, ele passou pelo Hospital Municipal de Saúde e depois foi transferido para o Hospital Regional do Baixo Amazonas, onde estava internado havia vários dias.  Elinaldo morreu por volta de 12h de hoje.

A morte do parlamentar indígena deixou comunidade Munduruku e o meio político e social de Jacareacanga muito comovidos. “O senhor Elinaldo teve grande papel no meio político de Jacareacanga e sempre se dedicou em ser o mediador de políticas públicas em prol do povo Munduruku. Exemplo disso, foi o projeto sobre Educação Ambiental e Resíduos Sólidos nas Aldeias Karapanatuba e Sai Cinza, idealizado pelo vereador com o apoio da Semat, no ano de 2019”, destacou, em nota, a assessoria da Semat (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Turismo).

Elinaldo Mundukuru é um dos quatro parlamentares indígenas eleitos pelo município de Jacareacanga, que fica na região extrema do sudoeste paraense. Ele é uma das 315 vítimas do novo coronavírus, que já matou 12 pessoas no município. Os pacientes recuperados somam 194, conforme o último Boletim Epidemiológico divulgado pela prefeitura local.

(Antonio Barroso)

Publicidade