Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Vans darão mais mobilidade à Assistência Social em Parauapebas

Os veículos foram repassados ao município pela mineradora Vale como condicionante ambiental da implantação do Ramal Ferroviário
Continua depois da publicidade

A Vale entregou ontem (17) duas vans equipadas com mobiliário para a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) de Parauapebas. Com as unidades móveis, será possível levar, ao campo e à cidade, informação e serviços à população mais vulnerável para ter acesso a programas sociais. A ação integra o conjunto de investimentos sociais estabelecidos em convênio assinado em março deste ano entre a empresa e a prefeitura, no valor de R$ 7 milhões.

As ações foram definidas de forma participativa com a prefeitura, por meio de um Grupo de Trabalho (GT) formado por representantes de secretarias municipais e da empresa, e atendem ao Programa de Fortalecimento Institucional, condicionante ambiental da implantação do Ramal Ferroviário.

O convênio ainda prevê a aquisição de móveis e equipamentos para o Sine; aquisição de móveis, equipamentos e materiais para o Centro de Convivência Pipa; além da aquisição de um carro e a construção de um Centro de Gestão Ambiental (CGA). Todas essas ações estão em andamento. Em março último também foi assinado um segundo convênio, pelo qual, a Vale doou R$ 3 milhões para construção de escola.

Para o prefeito Darci Lermen, os veículos são muito importantes, porque se trata da proteção das pessoas que mais precisam. “Elas vão nos ajudar grandemente. Isso faz parte de um acordo que foi feito em torno da questão da ferrovia e agora estão chegando os resultados”, comemorou ele.

Veja também:  Ação Social Intersetorial em Canaã levou atendimento à Vila Ouro Verde

“Em breve vamos inaugurar o Projeto Pipa, que também vai estar equipado com tudo isso. As vans vão atender a toda a cidade e a zona rural, por meio da Secretaria de Assistência Social, que vai coordenar todo o programa para poder cuidar do Cadastro Único, Primeira Infância, CRAS, todos os programas da área social, enfim”, explicou Darci.

Jorge Guerreiro, secretário de Assistência Social de Parauapebas, disse que, com as Unidades Móveis, vai ser possível chegar mais próximo da população. “Elas vão nos dar condição de fazermos um trabalho com muito mais agilidade e o importante é que elas não vão ficar fixas em um local. Vão estar, de certa forma, circulando em toda a cidade e na zona rural. Então assim vai ser bem melhor para poder atender à população”, disse Guerreiro.

Deixe uma resposta