Vale suspende atividades da ALPA em Marabá

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Parece que o sinal vermelho da Vale não está aceso somente para o projeto Rio Colorado na Argentina. O presidente da companhia de mineração, Murilo Ferreira, disse que a partir de hoje o processo de injeção de recursos na Aços Laminados do Pará (ALPA), em Marabá, está suspenso por período indefinido.

“A melhor indicação seria a hidrovia. Mas as eclusas de Tucuruí ficaram mais de seis meses em operação, porque a Eletronorte entende que a prioridade de Tucuruí é a geração de energia. Existem muitas dificuldades para a implantação da hidrovia. Mas não somos o ator desse assunto. Esse assunto pertence ao governo federal e do Estado do Pará”, disse Ferreira, durante o 24º Congresso Brasileiro do Aço, realizado no Rio de Janeiro.

Outra polêmica levantada pelos jornalistas em entrevista foi a da presença da Vale em diversos projetos siderúrgicos, gerando assim possível discórdia da empresa com seus clientes compradores de minérios de ferro. A respeito disso o presidente da companhia ressaltou que o nicho da companhia é justamente a mineração, excluindo a inserção de qualquer projeto no setor de siderurgia chefiado pela companhia.

Fonte: Revista ADVFN