Uepa inaugura laboratório de referência em análise de água na Amazônia

O Laboratório de Qualidade de Água da Amazônia está instalado no primeiro piso do Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá, em Belém. O espaço será uma ampliação das ações e pesquisas realizadas há mais de 20 anos pelo Laboratório de Hidrocarbonetos (Labohi), do Centro de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT) da Uepa
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) inaugura, nesta sexta-feira (28), o Laboratório de Qualidade de Água da Amazônia, o primeiro de referência especializado em análise química das águas e efluentes da Amazônia. A solenidade está marcada para às 14h.

O local está instalado no primeiro piso do Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá, em Belém. A proposta foi aprovada em outubro de 2020, em reunião com o Conselho Curador da Fundação Guamá, organização responsável pela gestão do PCT.

O novo espaço será uma ampliação das ações e pesquisas realizadas há mais de 20 anos pelo Laboratório de Hidrocarbonetos (Labohi), do Centro de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT) da Uepa. Segundo a universidade, esta nova etapa dará apoio à Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), que financiará os investimentos do empreendimento científico.

A Uepa enfatiza que as atividades do laboratório poderão gerar dados e fornecer informações importantes para as pesquisas científicas de análise dos recursos hídricos locais. Também é objetivo formar recursos humanos para a atuação no ensino e pesquisa da área ambiental amazônica.

O Laboratório de Qualidade de Água da Amazônia é focado nas pesquisas de recursos hídricos, sensoriamento remoto, geoestatística, geoprocessamento e qualidade da água. A direção será feita por uma equipe de professores e pesquisadores da Uepa.

O Parque de Ciência e Tecnologia está sob a direção da Fundação de Ciência e Tecnologia Guamá, qualificada pelo governo do estado para realizar a gestão do empreendimento que, desde 2009, é mantida pelo governo estadual, por meio de contrato com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet). Pioneiro na Amazônia, o PCT Guamá tem como princípio estimular pesquisas, o empreendedorismo inovador, a prestação de serviços e a transferência de tecnologia para o desenvolvimento de produtos e serviços de maior valor agregado e fortemente competitivos.

Tina DeBord – com informações da Uepa

Publicidade