Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Expectativa

Tudo pronto para a posse do novo presidente

Confira todos os preparativos para a posse de Jair Bolsonaro, o 38º presidente do Brasil

Brasília – Com uma taxa de ocupação muito acima da média para o período, a rede hoteleira da Capital Federal é um dos termômetros que pode medir o interesse de turistas de todo o brasil para a posse do 38º presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro (PSL), na terça-feira (1), à partir das 15h, na Praça dos Três Poderes.

Com a segurança reforçada, atiradores de elite estão posicionados no alto de prédios, caças rasgando o céu com autorização de abater os inimigos e linhas rigorosas de revistas policiais. O primeiro dia de 2019 será marcado como o da maior mobilização de forças de segurança da capital do país. O aparato de guerra montado tem um motivo: proporcionar tranquilidade ao novo presidente, e seu vice Hamilton Mourão.

São esperadas 500 mil pessoas na Praça dos Três Poderes, em frente ao Palácio do Planalto, lugar mais cobiçado, e nas áreas próximas ao Congresso Nacional, onde o novo presidente prestará juramento de respeito à Constituição no Plenário da Câmara dos Deputados.

O evento de posse começa na Catedral de Brasília, de onde sai o desfile do presidente, de automóvel, pela  Esplanada dos Ministérios até o Congresso Nacional. Ainda não se sabe se esse trajeto será feito em carro aberto ou fechado, mas os últimos presidentes a tomarem posse chegaram ao Congresso Nacional em um Rolls Royce que serve à Presidência da República desde 1952.

De acordo com programação, Jair Bolsonaro e sua esposa, Michelle Bolsonaro, seguirão em carro presidencial, já sem batedores e escolta, a partir da via ao lado dos gramados que ficam em frente ao Congresso Nacional, pouco antes das 15h. O vice-presidente eleito, Hamilton Mourão, seguirá em outro carro, logo atrás, acompanhado da esposa, Paula Mourão. Para que os preparativos possam ser executados, a Esplanada dos Ministérios será interditada para trânsito de veículos, a partir do dia 29 de dezembro até 1º janeiro. Presidente e vice-presidente eleitos serão recebidos no início da rampa do Congresso, na parte plana, pelos chefes do cerimonial da Câmara e do Senado, que os conduzirão pela rampa, até onde estarão os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício Oliveira. No final da passarela estarão o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, além de lideranças do Congresso Nacional, que se juntarão ao cortejo. Já dentro do Congresso, as autoridades caminharão até o Plenário da Câmara dos Deputados onde será realizada a posse.

Juramento

O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB/CE) presidirá a Mesa do Congresso Nacional e abrirá a sessão solene que conduzirá os trabalhos. Após a execução do Hino Nacional pela Banda dos Fuzileiros Navais, Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão farão o juramento de compromisso constitucional e assinarão o termo de posse. Os dois deverão jurar “manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do
povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”, declaração prevista pela Constituição Federal.

Após dar posse aos eleitos, Eunício concederá a palavra a Bolsonaro, que fará um pronunciamento ao país. Encerrada a sessão, o presidente da República, já empossado, desce a rampa do Palácio do Congresso Nacional e, como comandante-chefe das Forças Armadas, passará em revista as tropas da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, sendo ainda homenageado com uma salva de 21 tiros de canhão.

Veja também:  Coluna Direto de Brasília – Por Val-André Mutran

Palácio do Planalto

Na sequência, Jair Bolsonaro embarcará novamente no carro presidencial e seguirá para o Palácio do Planalto, onde acontecerá a última parte da cerimônia de posse. O presidente que governará o país nos próximos quatro anos, receberá a faixa presidencial de Michel Temer.

A população vai poder acompanhar a cerimônia de posse em espaços determinados na Esplanada dos Ministérios. O acesso aos palácios será restrito. De acordo com Maria Cristina Monteiro, diretora de Relações Públicas do Senado e coordenadora do grupo de trabalho para a organização da posse no Congresso, a cerimônia deve ter cerca de uma hora de duração. No domingo (30), foi realizado um ensaio geral da posse. Na ocasião, serão feitas simulações dos percursos que o presidente eleito fará no dia da posse, com alternativas para o caso de chuva.

Se o dia da posse for chuvoso, a chegada de Bolsonaro não será pela rampa, mas pelo Salão Branco, com acesso pela chamada Chapelaria. A revista às tropas também será feita em área coberta, em área próxima à Chapelaria, e a salva de tiros pode até ser cancelada.

Grandes eventos

O dia 1° de janeiro será marcado por grandes eventos na capital federal. Durante a manhã, haverá a posse do governador eleito Ibaneis Rocha (MDB), no Eixo Monumental e, à tarde, será a vez de Jair Bolsonaro assumir o comando do país.

Haverá show’s de graça para o público em dois pontos principais. O maior deles será no estacionamento do Estádio Mané Garrincha, com atrações nacionais, regionais e locais. O outro ponto será na Pracinha dos Orixás as margens do Lago Paranoá, tradicional ponto de encontro de manifestações de religiões afro-brasileiras.

Clima

A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de tempo encoberto a nublado, com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. A mínima prevista é de 18ºC e máxima, de 27ºC. Segundo o coronel Bezerra, chapéus e bonés serão permitidos, porém, todos serão devidamente vistoriados. Ele destaca ainda que, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) oferecerá água durante o evento. Bezerra aconselha as pessoas a se hidratarem bastante antes de ir para Esplanada.

Restrições

Na lista de 14 itens proibidos, divulgada pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, inclui guarda-chuva, animais e até carrinhos de bebê. Confira a lista completa:

 » Carrinhos de bebê
» Guarda-chuvas
» Garrafas
» Bebida alcoólica
» Fogos de artifício
» Apontador laser
» Animais
» Bolsas e mochilas
» Sprays
» Máscaras
» Produtos inflamáveis
» Armas de fogo
» Objetos cortantes
» Drones

Fonte: SSP/DF

Por Val-André Mutran – correspondente do Blog do Zé Dudu em Brasília.

Deixe uma resposta