TSE libera candidatos com contas-sujas na eleição de outubro

Por 4 a 3, ministros decidiram que os políticos só têm a obrigação de apresentar suas contas, e não aprová-las, para poder entrar na disputa Por quatro votos a três, …

Por 4 a 3, ministros decidiram que os políticos só têm a obrigação de apresentar suas contas, e não aprová-las, para poder entrar na disputa

Por quatro votos a três, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira liberar nas eleições de outubro as candidaturas de políticos que tiveram suas contas de campanhas rejeitadas pela Justiça Eleitoral. Com isso, os chamados “contas-sujas” poderão concorrer.

Ao julgar um pedido de 14 partidos, o TSE voltou atrás de uma decisão anterior que barrava esses políticos das eleições.

Para se candidatar, então, só será exigido que o político apresente suas contas, sem a necessidade de aprovação para que ele obtenha a certidão de quitação eleitoral, documento necessário para requerer o registro de candidatura.

Votaram a favor os ministros Gilson Dipp, Arnaldo Versiani, Henrique Neves e Dias Toffoli. As ministras Nancy Andrighi e Cármen Lúcia – presidente do TSE –, bem como o ministro Marco Aurélio, mantiveram o mesmo entendimento de 1º de março, quando defenderam que a reprovação das contas impede a candidatura.

Fonte: Globo.com

8 comentários em “TSE libera candidatos com contas-sujas na eleição de outubro

  1. Denise Responder

    O que é mais engraçado é quando disse que os fichas sujas sem a necessidade de aprovação terão o direito a certidão de quitação eleitoral. Só no Brasil mesmo pra fazer a gente de palhaço!

  2. Lucas Responder

    É Por isso que eu não voto, e não muda nada na minha vida… faz mais de 30 anos que não voto em nínguém e nem por isso deixei de ser cidadão com minhas obrigações. mas quando acabar com essa porcaria de voto obrigatório algo nesse país de m…. poderá melhorar, aí vou pensar se realmente esses canalhas merecem meu voto. E essa coisa de partido disso, partido daquilo é tudo idiotice.

  3. Amanda Responder

    isso sim é covardia, pois estamos lutando pelas 30 horas de enfermagem e eles negam,agora quando é do interesse deles ai eles aprovam!!!

  4. eder Brasília Responder

    Esse governo conseguiu trazer para o seu lado todo judiciário, não se pode esperar por nada, no Paraguai o congresso e judiciário decidiram tirar o Lugo, ato democraticamente correto, mas o mercosul na vontade de Cuba, Venezuela e Brasil, diz que não foi democracia o cara teria que se defender, do modo que defendem aqui os caras do mensalão, Palocci, Zé dirceu, lula, barbalho, ou seja tem que mentir, isso é o regime que está imperando, DEMÔNIOCRACIA, mas um dia acredito que aconteça o mesmo do caso Paraguai, o congresso e judiciário decida pelo bem do povo; chega de tantos políticos do lado do governo serem absolvidos, ficha suja ser liberado para candidatar é fazer todo eleitorado de palhaço.

  5. Fox Responder

    Às vezes, para nós, leigos mortais da política brasileira, parece-nos difícil entender este sistema eleitoral vigente. Já tinha me surpreendido quando li ontem que a votação estava empatada em 3 a 3, quando, na verdade, acho que deveria está 6 a 0. O fio de esperança do assunto em questão frente à espera do último voto desapareceu quando agora leio o que foi decidido. Resta lamentar e dia 07 de outubro pensar melhor na hora de escolher nossos governantes, não sem antes analisar sua vida pregressa. E que Deus nos salve da raça dos políticos medíocres que infestam o cenário da política brasileira!!!

Deixe seu comentário