Tarifa de transporte coletivo em Parauapebas é reajustada pela segunda vez no ano

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

No dia primeiro de maio desse ano o valor da tarifa de transporte coletivo urbano em Parauapebas foi reajustado em 11,12%, passando a custar R$ 2,50. Seis meses depois, um novo aumento foi aprovado. A partir de segunda-feira (05), conforme Decreto Municipal, o valor das passagens sairá de R$ 2,50 para R$ 3,00, um reajuste de 20% que vai impactar muito no bolso de quem precisa utilizar esse meio de condução.

De acordo com o presidente da Central Central das Cooperativas de Transporte de Parauapebas (Central), Jovelino Mendes do Amaral, o aumento da tarifa é decorrente da subida de preços nos combustíveis, mas, também, da mudança do tipo de veículo utilizado no transporte coletivo da cidade, os micro-ônibus, que começaram a rodar há dois anos.

“O primeiro ano com os micro-ônibus serviu de base para avaliarmos as questões financeiras relacionadas ao trabalho com os novos veículos. Constatamos, por exemplo, que a climatização dos micro-ônibus é responsável por aumentar o consumo de combustível em 40%. Com esses dados em mãos, enviamos ainda em janeiro deste ano, para a Prefeitura, uma planilha com os nossos custos e projeções de receitas. Pedimos que o valor da passagem passasse para R$ 3,11. A Prefeitura então concedeu que aumentássemos apenas R$ 0,25 na época, e a partir de maio, começamos a trabalhar com o valor de R$ 2,50, mas, o governo havia se comprometido de avaliar nossas planilhas para entender nossa situação. A avaliação foi feita e chegamos o preço de R$ 3,00 para a tarifa”, informou o presidente da Central.

O responsável pela Central, que detém a concessão pública do transporte público municipal atualmente, destacou os reajustes dos últimos anos: em maio de 2015 o preço saiu de R$ 1,80 para R$ 2,25; em 2014 não houve reajuste; em 2013 o valor da tarifa era de R$ 1,50 e foi para R$ 1,80.

Gasto com transporte pode passar dos R$ 250,00 mensais
Quem utiliza o transporte público para trabalhar de segunda à sexta, incluindo o período de almoço, deve desembolsar em torno de R$ 252,00 por mês. Para chegar a essa valor é simples: diariamente a pessoa gastará R$ 12, semanalmente esse valor será de R$ 60,00, que, multiplicado por 4,2, que é o número médio de semanas por mês, chegará ao quantitativo citado.