Sespa e UFPA promovem Ação de Saúde em território Kayapó no sul do Pará

A atividade de educação em saúde teve por objetivo sensibilizar os indígenas sobre a importância da vacinação contra a Covid-19 e contra a gripe. A ação foi realizada em aldeias de Redenção e Cumaru do Norte
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Equipe da Sespa e UFPA que realizaram Ação de Saúde nas aldeias Kaiapó

Continua depois da publicidade

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e a Universidade Federal do Pará (UFPA), em parceria com o Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Kayapó, realizaram uma Ação de Saúde no território indígena Kayapó, localizados nos municípios de Redenção e Cumaru do Norte, no sul do Pará. A ação visou conscientizar a população indígena sobre a importância da vacinação contra a Covid-19 e contra a gripe.

A Ação de Saúde, conduzida pela Coordenação Estadual de Saúde Indígena e Populações Tradicionais (CESIPT), foi realizada de 7 a 14 deste mês. A UFPA esteve presente com o Laboratório de Genética Humana e Médica (LGHM) e o Laboratório de Virologia (Labvir).

Nos sete dias de ação, foram ofertados atendimentos médicos e laboratoriais, assim como realizadas atividades de Educação em Saúde para sensibilizar os indígenas sobre a importância da vacinação contra a Covid-19 e contra a gripe, uma vez que a adesão às campanhas de vacinação está baixo entre indígenas no Dsei Kayapó, que ainda têm relutância em se imunizar.

De acordo com a técnica da Cesipt, Putira Sacuena, a Sespa e instituições parceiras atenderam a uma solicitação do DSEI Kayapó e conseguiram atender mais de 300 indígenas, o que ela considera como resultado positivo. “É muito gratificante ver o governo do estado levando saúde com qualidade e, principalmente, realizando ações diferenciadas, respeitando as especificidades culturais dos povos Indígenas”, destacou Putira,

Ela acrescentou que a CESIPT vem acompanhando e monitorando a saúde indígena para que todos os povos tradicionais tenham um atendimento de saúde com qualidade em suas comunidades. Segundo o Vacinômetro, até o momento, em todo o Pará, 14.728 indígenas tomaram a 1ª dose da vacina contra a Covid-19, o que corresponde a 61,78%, e 10.774 indígenas com a 2ª dose, correspondendo a 45,19%.

Tina DeBord- com informações da Sespa