Secretaria de Obras de Parauapebas vai abrir frente de trabalho no Cidade Jardim

Quarta etapa do bairro receberá em poucos dias restauração de pavimento e drenagem, o que vai beneficiar 4 mil habitantes. Serviço terá duração de oito meses e custo de R$ 3,67 milhões.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Secretaria Municipal de Obras (Semob) vai comandar uma grande empreitada para drenar e revitalizar a quarta etapa do loteamento Cidade Jardim. Na última sexta-feira (18), foi anunciado no Diário Oficial da União (DOU) o resultado da licitação de número 3/2019-007, que teve a empresa HB20 Construções como vencedora, após a fase de recursos (veja a publicação aqui).

O Blog do Zé Dudu, que analisou o edital de licitação de 123 páginas, apurou que a Semob estimou, inicialmente, disponibilizar R$ 4.161.572,57 às empresas interessadas em pegar o pacote de serviços. A HB20 desbancou as concorrentes por se propor a executar os serviços por R$ 3.672.410,86, um valor meio milhão mais em conta que o proposto na licitação.

No Bairro Cidade Jardim, segundo o titular da Semob, Wanterlor Bandeira, cerca de 2,8 quilômetros de ruas serão alvo de restauração de pavimento e drenagem, a saber: avenidas M, N1 e N2, e ruas M7, M8, M9, M10, M11, M12, M13, M14 e M15. “A maior parte dessas vias encontra-se em grau avançado de deterioração, principalmente porque o sistema de drenagem existente está com capacidade comprometida dado o acúmulo de materiais carreados para dentro do sistema”, explica o secretário, adicionando que, por tabela, esse processo gera desgaste prematuro do revestimento asfáltico.

Wanterlor estima que os serviços vão beneficiar cerca de 4.000 habitantes. “A obra vai trazer qualidade de vida à população, sobretudo no período do inverno, quando os problemas com drenagem e asfalto aumentam”, contextualiza. A frente de trabalho vai abrir 50 postos de trabalho com carteira assinada na construção civil no decorrer da vigência do contrato, que tem duração de oito meses.

Publicidade