Santana do Araguaia: Sefa apreende mais de 63 toneladas de minério de ferro

A carga, avaliada em R$ 16 mil, tinha notas fiscais informando que o produto estava no estado do Tocantins e iria para Minas Gerais, mas o minério foi extraído no Pará
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
A carreta com minério de ferro foi apreendida na BR-158

Continua depois da publicidade

Uma carreta com 63.998 kg de minério de ferro foi apreendida por fiscais fazendários da Secretaria da Fazenda do Pará (Sefa) na Rodovia BR-158, em Santana do Araguaia, no sul do Pará. A apreensão foi feita durante fiscalização na zona rural do município. A carga viajava com notas fiscais inidôneas.

De acordo com a Sefa, o minério, que tem valor total de R$ 16 mil, estava acompanhado com notas fiscais que informavam uma operação de venda, tendo como remetente uma empresa de Goianorte, no Tocantins, destinada ao município de Divinópolis, em Minas Gerais.

“Se o minério estava no Tocantins e deveria ir para Minas Gerais, não tem como passar pelo Pará. Na verdade, este minério foi extraído no estado do Pará e, se escapasse da fiscalização estadual, iria para Minas Gerais sem o recolhimento do imposto. Não tem como o veiculo sair do Tocantins, vir ao Pará e depois descer para Minas Gerais”, frisa o coordenador de Mercadorias em Trânsito da Sefa em Belém, auditor fiscal de receitas estaduais, Volnandes Pereira.

Ele explica que este tipo de ocorrência é chamado de “quebra de trânsito”. O caso foi comunicado à Polícia Federal (PF) e a carga foi entregue, nesta quarta-feira (29), para apuração dos possíveis crimes ambientais e de falsidade de documentos e os procedimentos cabíveis.

Tina DeBord – com informações da Sefa