Brasil

Rodovia BR-155 é liberada após mais de dois dias de bloqueio

Equipe da PRF informa que está controlado o fluxo de veículos no local. Integrantes do MST reclamaram de não cumprimento de acordo com Incra. O trecho da rodovia BR-155 interditado …

Equipe da PRF informa que está controlado o fluxo de veículos no local. Integrantes do MST reclamaram de não cumprimento de acordo com Incra.

O trecho da rodovia BR-155 interditado há mais de dois dias, entre os municípios de Eldorado dos Carajás e Marabá, no sudeste do Pará, foi liberado no início da tarde desta quarta-feira (3). Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), equipes de policiais estão controlando o fluxo de veículos.

A via foi bloqueada por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), alegando que o Incra descumpriu um acordo firmado em agosto que previa melhoria nos acampamentos, estradas de acesso e créditos fundiários para os trabalhadores rurais. O mesmo trecho já havia sido bloqueado no último dia 19 de novembro em protesto pelo descumprimento.

Dezessete pacientes renais do município de Parauapebas não conseguiram chegar ao município de Marabá para o tratamento de hemodiálise na manhã de terça-feira (2), devido ao bloqueio na rodovia BR-155. Os pacientes procuraram a Secretaria de Saúde de Parauapebas para resolver a situação. Na noite de terça, o congestionamento chegou a ser de 5 km em cada lado da via.

O Incra informou que um grupo de representantes do MST está na sede do órgão em Marabá para outra rodada de negociações na tarde desta quarta. Segundo o Instituto, o movimento sinalizou que a liberação da via deve ser mantida, mas esta ação depende do avanço da negociação das pautas dos Sem Terra durante a reunião. Há indicativo de que algumas pautas serão cumpridas. (G1-PA)

3 comentários em “Rodovia BR-155 é liberada após mais de dois dias de bloqueio

  1. geraldo lima Responder

    UM JUIZ DE MARABÁ MANDOU PRENDER UM CACIQUE SURUI DEVIDO BLOQUEIO DE ESTRADA.

    QUERO VER JUIR DE MARABÁ MANDAR PRENDER LIDERANÇAS DO MST.

  2. João Luiz Responder

    Essa baderna promovida por essa milicia que se intitula MST já passou da hora de acabar, invadem terra alheia, roubam gado, fecham estradas e dão um prejuízo enorme as empresas, ao estado, aos municípios e principalmente as pessoas que trabalham. Esse bando de vagabundos e espertalhões que vivem as custas do governo depois do tal massacre de Eldorado, quando a polícia fez o seu papel ao ser atacada, parece que se tornaram intocáveis.
    CADEIA NELES, ACABEM COM ESSES ACAMPAMENTOS LOTADOS DE GENTE A TOA E BANDIDOS…VÃO TRABALHAR PRA TER TERRA BANDO DE ATOAS

Deixe seu comentário