Reforço no orçamento: “Renda Pará” vai beneficiar um milhão de famílias paraenses

O projeto social foi sancionado nesta quinta-feira (29) pelo govenador Helder Barbalho e será pago em dezembro aos beneficiários do Bolsa Família
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Um milhão de famílias paraenses serão beneficiadas com o pagamento do Programa Estadual Extraordinário de Renda, o “Renda Pará”, que foi sancionado nesta quinta-feira (29) pelo governador do Estado, Helder Barbalho, durante cerimônia no Palácio Despachos, em Belém. A benefício, no valor de R$ 100,00, será pago em dezembro em cota única aos beneficiários do Bolsa Família atingidos social e economicamente pela crise da pandemia.

O programa social foi criado por meio do Projeto de Lei 266/2020, aprovado na última terça-feira (27) pela Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), com investimento de R$ 100 milhões do Tesouro estadual. “Vamos ampliar a renda daqueles que mais precisam. Todos os beneficiários do Bolsa Família no nosso estado receberão em dezembro este incremento na sua renda, fruto de investimento do estado. Isso significa ampliar a renda dos mais sofridos e cuidar das pessoas que mais precisam. Vamos atender a mais de quatro milhões de paraenses. O momento é de ajudá-los na travessia dessa pandemia para que possam ter uma renda assegurada”, declarou Helder Barbalho.

De forma prática, o programa ficará a cargo da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) enquanto que o pagamento será realizado pelo Banco do Estado do Pará (Banpará), com distribuição de cartões em 128 agências, em 110 dos 144 municípios paraenses. O beneficiário que já for correntista do Banpará receberá automaticamente o valor, já quem não tiver conta bancária deve entrar nos sites do banco ou da Seaster para conferir o calendário de pagamento, que será estabelecido a partir do mês de nascimento do beneficiário.

Segundo o presidente do Banpará, Braselino Assunção, os cartões serão entregue aos beneficiários, para fazer o saque. “A participação do Banpará será importante na operacionalização do Programa. Vamos fazer as entregas dos cartões e automaticamente faremos o pagamento de todos os beneficiários. Em dezembro, cerca de um milhão de famílias serão pagas pelo banco e estamos fazendo um esforço grande para ajudar essas pessoas”, adiantou Braselino Assunção.

De acordo com a secretária de Planejamento e Administração do Estado, Hana Gassan, os recursos para o programa social só foram possíveis devido ao equilíbrio fiscal do Estado. “Desde o início da gestão, o governo tem investido em duas frentes: no aumento de receita e controle de despesas. Então, nós estamos fazendo com que tenhamos mais recursos para investir e implantar projetos prioritários e importantes principalmente neste momento de pandemia”, acrescentou Hana Gassan.

(Tina Santos – com informações da Agência Pará)