Já está na cadeia homem que tentou assaltar sex shop em Parauapebas

Na Delegacia de Polícia Civil, ele tentou colocar a culpa na cachaça, disse que é mecânico, alegou que estava bêbado e afirmou que não lembra de coisa alguma
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

João Paulo Ferreira da Silva, 27 anos de idade, foi preso pela Polícia Militar e conduzido, ontem (7), no início da noite, à 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas. Após entrar em um sex shop, localizado na Rodovia PA-275, no Bairro Cidade Jardim, armado de faca, ele anunciou assalto mantendo uma funcionária refém. Porém, se deu mal porque o proprietário do estabelecimento, que estava no local, viu a ação pelo circuito interno de vigilância. Ele agarrou o larápio, quando este tentava deixar a loja.

De acordo com informações colhidas na Delegacia de Polícia, ao entrar no estabelecimento, João Paulo fingiu ser cliente, dizendo que queria comprar umas bolinhas para fantasia erótica. Quando a funcionária se aproximou para atendê-lo, ele tirou uma faca da cintura e anunciou o assalto. Prendeu a atendente em uma das salas, pegou um notebook, colocou em uma mochila e passou a apanhar outros objetos de valor.

Ele não contava, porém, que o dono da loja assistisse parte da ação criminosa pelo circuito interno. Quando João Paulo se preparava para sair, foi agarrado pelo empresário, que lhe tomou a faca e, em meio a luta corporal, conseguiu atingi-lo duas vezes em na coxa direita, vindo a dominá-lo, para, em seguida, ligar para a Polícia Militar.

João Paulo foi removido primeiramente ao Hospital Municipal, onde recebeu atendimento médico, e depois para a DP. João Paulo Ferreira da Silva afirma que é mecânico, diz que estava bêbado e não lembra de nada. Mesmo assim, na manhã de hoje, quinta-feira (8), ele foi transferido para a cadeia pública, onde deve passar uma boa temporada para ver se deixa de beber e recobra a memória.

(Caetano Silva)