Notícias

Receita Federal: arrecadação de junho no Pará foi superior a R$ 700 milhões

A arrecadação de impostos e contribuições administrados pela Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB, na 2ª região fiscal (AC, AM, AP, PA, RO e RO), alcançou a cifra …

A arrecadação de impostos e contribuições administrados pela Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB, na 2ª região fiscal (AC, AM, AP, PA, RO e RO), alcançou a cifra de R$ 2,3 bilhões em junho de 2014, contra R$ 2,2 bilhões de igual período de 2013, registrando incremento nominal de 5,44% e real de -1,01%. A participação da 2ª RF na arrecadação Brasil foi de 2,68% no mês de junho/14, enquanto que em junho/13 essa participação ficou em 2,70%.

pic23851

No primeiro semestre/14 a arrecadação regional atingiu o montante de R$ 14,8 bilhões, contra R$ 13,2 bilhões do primeiro semestre/13, revelando expansão nominal de 11,86% e real de 5,44%. A participação da 2ª RF na composição da arrecadação Brasil no período acumulado janeiro a junho de 2014, situou-se em 2,67% contra 2,54% de janeiro a junho de 13.

Pará
A arrecadação dos impostos e das contribuições federais alcançou, no Pará,o montante de R$ 735,6 milhões em junho de 2014, contra R$ 699,2 milhões no mesmo período em 2013. Isso representa um crescimento nominal 5,21% e real de -1,23%. A participação paraense na arrecadação regional foi de 30,96% em junho de 2014, enquanto que em junho/13 ficou em 31,03%.

No primeiro semestre/14, a arrecadação do Pará atingiu o montante de R$ 4,7 bilhões, contra R$ 4,3 bilhões do primeiro semestre/13, revelando expansão nominal de 7,62% e real de 1,42%. A participação do Estado na composição da arrecadação regional no período acumulado, janeiro a junho de 2014, situou-se em 31,87% contra 33,12% de janeiro a junho de 2013.

pic23851

A variação negativa, observada na taxa de incremento real da arrecadação da 2ª RF e do Pará, deve-se ao fato de que as taxas de expansão nominal da RF (5,44%) e do Estado (5,21%) terem sido inferiores à inflação, IPCA dos últimos 12 meses, que foi de 6,52%. Tal fato é resultante da queda na arrecadação dos tributos abaixo especificados, cuja taxa de crescimento não acompanhou a variação dos principais indicadores econômicos, principalmente do IPCA.

Composição da arrecadação

Por tributo
Desse total, as maiores arrecadações ficaram por conta das receitas previdenciárias (R$ 924,1 milhões), do COFINS (R$ 484,1 milhões) e do Imposto de Renda sobre Pessoa Jurídica (R$ 240,4 milhões).

O Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), também contribuíram positivamente para o resultado. O primeiro arrecadou, em junho, R$ 168 milhões e a segunda, R$ 127,9 milhões.

Por unidade da Receita Federal

A jurisdição da Delegacia da Receita Federal em Belém é responsável por R$ 530,8 milhões, do valor total arrecadado no Pará. Já a arrecadação da Delegacia da Receita Federal em Marabá atingiu o montante de R$ 113,5 milhões em junho deste ano. Por sua vez, a Delegacia da Receita Federal em Santarém arrecadou R$ 78,7 milhões, no mesmo período.

Para fechar a conta, as Alfândegas do Porto e do Aeroporto de Belém arrecadaram, respectivamente, R$ 11,9 milhões e R$ 534 mil, no mês passado.

3 comentários em “Receita Federal: arrecadação de junho no Pará foi superior a R$ 700 milhões

Deixe seu comentário