Rapidinhas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Descumprindo a Lei
O prefeito de Canaã dos Carajás, Anuar Alves (PDT) encaminhou ao legislativo solicitação para antecipação de recursos na ordem de 70 milhões de reais, segundo ele para aplicar em benfeitorias à população. Para informação aos nobre edis daquele município, seria de bom alvitre buscarem o texto da Lei 101/2000 (Responsabilidade Fiscal) em seu artigo 38, inciso IV, letras “a” e “b” que torna o pedido do guloso prefeito inviável juridicamente.

Senão vejamos:
Art. 38 –  ” Operação de crédito por antecipação de receita…. IV: estará PROIBIDA quando: letra “a – existir operação anterior da mesma natureza, não integralmente resgatada; letra “b” – no último ano de mandato do presidente, governador ou prefeito municipal. E C’est fini!

Rui Barbosa
Ao prefeito e vereadores de Canaã cabe a frase de Rui Barbosa : ” Toda a vez que um governo esmaga um princípio, a troco de um interesse, ou de um desabafo, semeia com isso um gérmen de anarquia, que não tardará em brotar dificuldades, ou crimes contra a ordem política, ou social.”

Descontração
Para quem gosta de um happy hour depois do trabalho ou no final de semana, tem novidade chegando. É o Chopp Brahma no Unique Shopping, que será inaugurado nesta quinta-feira, dia 19, na praça de alimentação. No local, o público poderá apreciar o verdadeiro Chopp Brahma que é reconhecido no mundo inteiro, além de ter um lugar moderno, aconchegante e confortável para se divertir.

Inclusão Digital
O Programa Inclusão Digital, da Prefeitura de Parauapebas, conduzido pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), está com inscrições abertas para formar novas turmas em 2012. As inscrições podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas, e de 14 às 18 horas, na Av. Amsterdam nº 1111, bairro Altamira, até o dia 30 de janeiro. Serão ministrados cursos de Windows, Word, Excel, Power Point e Internet, além de Photoshop e Corel Draw. O curso terá duração de três meses, com formatura e entrega de certificado. Mais informações pelo fone 3346-8541.

Lixo
Em Canaã dos Carajás o lixo era recolhido pela empresa M3. Eu disse era pois desde ontem os funcionários da empresa paralisaram suas atividades em virtude do atraso nos salários de dezembro. Eles (funcionários) estiveram pela manhã na sede da prefeitura de Canaã para reclamar do atraso. Os representantes da empresa tentam sanar as pendências financeiras com a PMCC, solucionando assim o problema. É aquele velho golpe de quem tem pra receber e é pressionado pelos funcionários, recorrendo-se ao tumulto no credor para pressionar.

Unifesspa
Sobre a implantação de um campus da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará em Parauapebas, a Ascom da PMP informa que foi aprovada uma emenda conjunta assinada por toda a bancada paraense, e o campus da Unifesspa em Parauapebas já consta no Plano Plurianual da Educação do Governo Federal. A votação final para aprovação do Decreto Lei que cria a Unifesspa ainda não ocorreu devido a questões próprias do parlamento federal. A Secretaria Municipal de Planejamento está acompanhando de perto a tramitação.

Devo não nego
Sobre a bilionária dívida que a mineradora Vale tem com o país referente ao Cfem, a Seplan informa que a mineradora reconhece a dívida mas questiona o valor – aproximadamente R$ 4,2 bilhões – sendo a parte que toca à Parauapebas algo em torno de R$ 760 milhões.

Bombeiros
O convênio assinado entre a prefeitura de Parauapebas e o Governo do Estado sobre a manutenção do Corpo de Bombeiros no município ainda está em vigor e a Prefeitura, segundo a assessoria, tem cumprido com todas as obrigações previstas em suas cláusulas. Como a vigência termina em março, deverá ser mantido, em breve, um diálogo sobre a assinatura de um novo convênio.

Rafinha Bastos x Vanessa Camargo
Ontem, o caso Wanessa Camargo e Rafinha Bastos chegou ao fim de seu primeiro capítulo. Isso porque o juiz Luiz Beethoven Giffoni Ferreira, da 18ª vara Cível de São Paulo, não fez ouvidos moucos e julgou procedente a ação por danos morais ajuizada pela cantora e seu marido, Marcus Buaiz, contra o humorista. O imbróglio teve início quando Bastos, durante o programa CQC, fez declarações polêmicas a respeito da cantora. O humorista terá que indenizar em dez salários mínimos cada um dos autores da ação, Wanessa, seu marido e o filho do casal, que nasceu no último dia 5. O valor total corresponde a aproximadamente R$ 20 mil.

Publicidade

Posts relacionados