Rapidinhas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Nova diretoria

O PSDC de Parauapebas elegeu nova diretoria essa semana para o biênio 2018/2018. Valvir Nogueira Fernandes é o presidente. Fortalecido, ele assumiu, também, a vice-presidência estadual da sigla. Em Parauapebas compõem a diretoria, além de Valvir: Ivaniti José da Silva (vice-presidente), Moacir Vieira Cirino (2º Vice-presidente), Gilmar Nascimento de Moraes (secretário-geral), Amilton Silva Leite (1º secretário), Rafael de Andrade (tesoureiro-geral), Dayla Celes de Brito Lima (1ª Tesoureira).

Jader é Jader

A idade avançada e a voz cheia de parcimônia não tiraram o brilho da oratória do senador Jader Barbalho (MDB). Isso ficou evidente durante seu discurso na manhã da sesta sexta-feira, 16, na Câmara Municipal de Marabá, durante cerimônia do Ministério da Integração Nacional, liderada por seu filho Helder. Os discursos maçantes que antecederam o patriarca Barbalho fizeram a plateia se desconcentrar e havia muita gente conversando entre si. Quando Jader pegou o microfone e começou a falar, o silêncio tomou conta do ambiente e a grande maioria voltou-se para o senador, que arrancou aplausos e risos do público bastante heterogêneo. Sim, todos podem falar em público e com eloquência, mas o dom de inebriar o público é para poucos.

Licitação na lupa do MP

Na sexta-feira, 16, o ministro Helder Barbalho, da Integração Nacional, entregou títulos para famílias carentes em Marabá, representando o presidente da República, Michel Temer. No mesmo dia, ele assinou a Ordem de Serviço para a empresa que venceu a licitação de cais de arrimo em três trecho da cidade. As obras só devem começar mesmo após o nível do rio baixar. Mas como ainda falta muito tempo, a equipe de Barbalho avalia que pode passar o prazo para ele aparecer em eventos públicos, de acordo com a lei eleitoral. O Ministério Público mandou pedir cópia da licitação para fazer um  e avaliar se o processo está dentro do que preconiza a lei.

Prision Brake no CRAMA

Preso há pouco mais de dez dias, um jovem que está no CRAMA (Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes) em Marabá já conseguiu acesso ao celular para se comunicar com pessoas que estão do lado de fora. As duas primeiras ligações foram para um amigo de infância e seu pai, nesta ordem. Depois de acalmar os parentes em relação à sua condição, na penitenciária, o rapaz pediu um pen drive com episódios da série Prison Brake, que fala, entre outras coisas, de fuga da prisão.

Concurso

O Banpará – Banco do Estado do Pará – abriu concurso público para o preenchimento de 126 vagas imediatas de nível médio e superior, além da formação de cadastro de reserva. O banco é uma Sociedade de Economia Mista do governo do estado do Pará, com agências em todo o estado. De acordo com o edital de abertura, quem tem nível médio pode concorrer ao cargo de Técnico Bancário, cujo salário base inicial é de R$ R$ 2.192,88. Para os graduados, os cargos disponíveis (e o respectivo salário base inicial) são para as funções de Assistente Social (R$ 3.774,95), Contador (R$ 3.774,95), Engenheiro Civil (R$ 3.774,95), Engenheiro Eletricista (R$ 5.770,90), Engenheiro Mecânico (R$ 3.774,95), Médico do Trabalho (R$ 5.676,12) e Técnico em Informática (R$ 3.774,95), este último em 2 áreas de atuação.

Concurso II

As inscrições serão recebidas até o dia 16/04/2018 no site da Fadesp, organizadora do concurso. A taxa de participação é de R$ 50 para o cargo de Técnico Bancário (nível médio) e R$ 90 para os cargos de nível superior. Todos os candidatos farão prova objetiva no dia 6 de maio de 2018, das 9h às 13h, nas cidades de Belém, Castanhal, Marabá e Santarém. Haverá ainda prova de títulos para quem concorre aos cargos de nível superior.

Piano nos ombros

O vereador Antônio Márcio Gonçalves, o Márcio do São Félix (PSDB), de Marabá, confidenciou a amigos, no meio desta semana, que tirou um piano das costas ao entregar o cargo de líder do governo na Câmara Municipal. Em público, todavia, ele mesmo tratou de espalhar a notícia de que andava muito atarefado nos últimos meses por conta de faculdade na área de gestão pública que está cursando. O prefeito Tião Miranda ainda não anunciou quem será seu novo líder de governo no Parlamento.

Voltar pra casa? Ainda não

Centenas de famílias de Marabá ainda estão fora de suas casas por conta da enchente dos rios Tocantins e Itacaiúnas. Mas cerca de 200 delas continuam vivendo em abrigos improvisados pela Prefeitura e já completam 39 dias hoje nessa condição. Os rios vêm subindo e baixando nos últimos dias e a volta para casa seria muito arriscada. Na sexta-feira, 16, a régua instalada na Seção Fluvial do 52º Batalhão de Infantaria de Selva media 10 metros e 10 centímetros acima do nível normal. Enquanto isso, a maioria das famílias em abrigos vive de doações da prefeitura, de igrejas, e anônimos.

Dose dupla
Dois nomes do Blog do Zé Dudu foram escolhidos pela Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) para participar de uma mesa redonda que será realizada dentro da programação do Publicom (Encontro de Comunicação Público do Estado do Pará), que será realizado durante três dias em Marabá, na próxima semana. O próprio José Eduardo Ferreira, o Zé Dudu, e o jornalista Ulisses Pompeu deverão participar do debate “Novo Jornalismo e as Fake News”. Será dia 23 deste mês, a partir de 14h30, no auditório do Centro de Convenções Carajás.

Polícia Federal

A Superintendência da Polícia Federal do Pará nomeou um delegado para se dedicar exclusivamente à investigação dos mandantes da chacina de Pau D´Arco, no sudeste do estado, em 24 de maio passado. O delegado Marcio Sergio Nery, de Marabá, assumiu a investigação no começo de março e contará com a ajuda de dois agentes e um escrivão.

Publicidade