Projeto assegura gratuidade de exames médicos pelo SUS para candidatos de baixa renda aprovados em concurso público

Candidatos sem recursos buscam na Justiça a realização de exames pelo SUS para continuar nos certames
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Brasília – O deputado federal Paulo Bengtson (PTB-PA), é o autor do Projeto de Lei 4924/2020 que assegura aos candidatos de baixa renda, em concurso público, o direito a realizar os exames médicos solicitados no Sistema Único de Saúde (SUS) para prosseguirem no certame.

A matéria está tramitando na Casa e facilita a vida de candidatos com poucos recursos financeiros. “A preparação para um concurso público demanda planejamento, tempo e investimento dos candidatos. Contudo, em alguns casos, após o candidato lograr aprovação no concurso, ele se depara com os valores dos exames médicos necessários para o prosseguimento no certame e percebe que, por não possuir recursos financeiros para custeá-los, corre o risco de perder todo o investimento”, observa Bengtson.

O parlamentar acrescenta que candidatos nesta situação buscam na Justiça a realização de exames pelo SUS e também seu prosseguimento no concurso público.

O projeto estabelece ainda que, caso os resultados dos exames não sejam entregues a tempo pelo SUS, o candidato poderá prosseguir no concurso até que os receba. “Também não podemos prejudicar o candidato em razão da morosidade da rede pública de saúde”, explica o autor do projeto.

Val-André Mutran – É correspondente do Blog do Zé Dudu em Brasília.