Programa de saneamento dispara várias seleções de consultoria em Parauapebas

Uma empresa de engenharia vai supervisionar as obras da primeira etapa do Prosap, outra vai elaborar projetos do sistema de esgoto e uma terceira confeccionará o projeto de paisagismo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O governo de Darci Lemen publicou nesta quarta-feira (10) no Diário Oficial da União (DOU) três avisos de Seleção Baseada na Qualidade e Custo (SBQC) para contratar empresas do ramo de engenharia que possam dar suporte às ações do Programa de Saneamento Ambiental de Parauapebas (Prosap). A medida tem em vista formar listas curtas de empresas consultoras para, segundo a Prefeitura de Parauapebas, atender a políticas do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que é quem financia esse tipo de contratação.

O Banco considera que, na maioria dos casos, os objetivos de um programa da envergadura do Prosap podem ser alcançados mediante a concorrência entre empresas qualificadas que integram uma lista curta com base na qualidade da proposta e, se for o caso, no custo dos serviços a serem prestados. Por isso, o SBQC normalmente é o método mais recomendado para seleção das consultorias.

Publicidade