Parauapebas

Preso suspeito de participação em execução de borracheiro

Policiais da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, de Parauapebas, prenderam, por volta das 8 horas desta sexta-feira (20), Maxsuel Cândida da Silva Souza, também conhecido como “Menor PCC”. A prisão foi em cumprimento a Mandado de Prisão Preventiva expedido pela Justiça local. 

Ele foi capturado na Rodovia Municipal Faruk Salmen e é suspeito de participação no assassinato do borracheiro Edmar de Jesus, de 51 anos, em 10 de julho passado.

Saiba Mais: Borracheiro é a quarta pessoas assassinada em três dias em Parauapebas

O crime aconteceu na Rua Vinicius de Morais, entre as ruas Goiás e Estrela Dalva, no Bairro Liberdade I, no estabelecimento de “Borracaha”, como era mais conhecido. Na ocasião, ele foi eliminado com dois tiros na cabeça e um no rosto, disparados de revólver calibre 38.

O crime

Edmar de Jesus havia acabado de abrir a borracharia, na companhia de um dos filhos, quando dois desconhecidos chegaram em uma moto Honda Pop, preta, sem as carenagens.

Um deles desceu perguntando por “Borracha”, ao rapaz, que estava na frente da oficina.

Informado de que Edmar de Jesus estava “lá dentro”, o atirador entrou, encontrou o homem e o matou. O filho do borracheiro correu ao encontro do pai, que já agonizava no chão, próximo do banheiro.

Levantamento feito na época na 20ª Seccional Urbana apontou que Edmar respondia a processos por tráfico de entorpecentes e por estupro e esteve preso de 18 de maio de 2017 a 7 de agosto de 2018.

(Caetano Silva)

Deixe seu comentário