Polícia

Preso segundo envolvido no latrocínio de “Kayla Alves”, em Nova Ipixuna

Wenison Alves Feitosa, 18 anos, está preso na Delegacia de Polícia Civil de Nova Ipixuna, acusado de participação no assassinato do jovem Kaique Alves, 22 anos, conhecido por “Kayla Alves”, crime ocorrido em fevereiro deste ano. Um segundo envolvido no crime – Alternir de Araújo Souza – também está preso.

Feitosa foi preso pela Polícia Militar por volta de 6h desta segunda-feira (8), após informação, por meio de ligação telefônica, de que na Travessa Professora Teresinha havia uma pessoa baleada pedindo ajuda médica. Tratava-se de Wenison Alves Feitosa, apontado como o segundo envolvido na morte do Kayla, que foi vítima de latrocínio.

O primeiro envolvido preso foi Alternir de Araújo Souza, capturado no dia 13 de fevereiro passado, no momento em que se preparava para fugir de Nova Ipixuna. Com ele, os policias encontraram uma motocicleta com situação de roubo.

Wenison Feitosa deu entrada em estado grave no Hospital Municipal de Marabá, onde passou por cirurgia na tarde desta segunda-feira. Não se sabe ainda em que circunstâncias ele foi baleado.    

Outros dois envolvidos no latrocínio conseguiram fugir ao cerco policial, após se embrenharem na mata que margeia o Rio Tocantins.

Deixe seu comentário