Prefeitura de Parauapebas intensifica ações de combate à dengue

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Durante todo o ano, a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) realiza ações de combate a dengue, porém, com o início do período chuvoso, as ações são intensificadas para que a população redobre a atenção.

Palestras em escolas, orientações dos agentes de endemias realizadas nas residências e mutirão aos fins de semana em bairros que não são atendidos pelos agentes contribuem para que as informações de combate a dengue sejam multiplicadas para o maior número possível de pessoas.

Outro ponto importante é a ação do chamado “fumacê” que emite substâncias nocivas ao Aedes Aegypti por meio de equipamento acoplado a um veículo da Semsa, que passa pelo menos uma vez por semana em cada bairro da cidade. Importante ressaltar que a fumaça emitida não é prejudicial à saúde humana.

A população também pode denunciar quem não cuida de suas propriedades, o que deixa os ambientes apropriados para a proliferação do mosquito. A denúncia pode ser feita pelo fone 3346-1020, ramal 257 ou direto com os agentes de endemias. No caso de lotes com proprietários desconhecidos, a legislação permite a entrada dos agentes de saúde para limpeza do local.

Como combater a dengue

Não bastam apenas as ações do poder público, é fundamental a contribuição da comunidade, já que a Dengue é uma doença séria e pode matar. A seguir, uma relação dos cuidados que cada um pode tomar em suas residências:

1.     Manter caixas, tonéis e barris de água bem tampados.

2.     Colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira sempre bem fechada.

3.     Não jogar lixo em terrenos baldios.

4.     Lavar e trocar os vasos de plantas aquáticas toda semana.

5.     Se for guardar pneus velhos, retirar toda a água e mantê-los protegidos da chuva.

6.     Limpar as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas possam acumular água.

7.     Manter garrafas de vidros ou plástico sempre de boca para baixo.

8.     Tratar a água da piscina com cloro e limpar uma vez por semana.

9.     Encher os pratinhos ou vasos de plantas com areia até a borda.

10.   Não deixar a água da chuva acumulada sobre a laje.

Publicidade